Propaganda 7/7, 24/24

O governo decidiu promover reuniões informais diárias com jornalistas e criar um novo site para explicar as medidas-chave, “com o apoio de infografias e números”. Com Maduro, o governo começa enfim a ver claro. Como todos sabem, o que até agora corria mal era a comunicação, mas o ministro da Propaganda tem grande fé na melhoria do martelanço. Ainda me lembro quando estes gajos e os seus spin doctors refilavam contra o governo de Sócrates por ter “poderosas agências de intoxicação a que chama de comunicação”, para “impedir que se pense de modo diferente”. Agora o Maduro, doutor em narrativas, virou a coisa do avesso.

Mas eu quero contribuir patrioticamente para o esforço do ministro, por isso sugiro que nas tais reuniões, para assegurar verdadeira informalidade, os governantes se apresentem de chinelos de praia e barba de dois dias e as governantas de négligé e socas. Para atrair jornalistas, ponham uns miúdos e umas miúdas a servir tapas e caldo verde. Duvido, embora, que isso possa substituir os velhos almoços com patrões dos media ou os telefonemas para os avençados do saco azul. Quanto ao site, francamente não sei se será boa ideia, mas há que puxar pela imaginação. Perante o fiasco dos governantes no facebook, não recomendo interactividade, que logo faz descambar a coisa em mural de lamentações. Em dois anos, o Coelho actualizou o facebook meia dúzia de vezes, a última no Natal passado, com uma mensagem do mais depressivo que há. O Portas não vai ao seu (dele) desde 2011, deve ter tido uma péssima experiência.

Todos os governos do mundo têm um site gov, incluindo Portugal. São coisas que ninguém visita, a não ser uns patetas que querem saber a idade ou o signo de um secretário de Estado. O que é que poderá fazer a diferença e pôr a maralha toda a tuitar os posts do novo site do Maduro? No género “infografia” estou cá a imaginar umas coisas catitas, mas a net está cheia disso. Quanto a “números”, recomendaria muito cuidado: nada sobre desempregados, despedimentos, PIB, cortes nas pensões, salários e subsídios, aumentos de horários, reduções de férias, cumprimento de objectivos orçamentais e outras coisas deprimentes. O melhor era dar os números do euro-milhões, que na próxima terça-feira vai ter um jackpot no montante de um empréstimo do BCE. Mas aí ficava todo o mundo a saber, ora porra.

5 thoughts on “Propaganda 7/7, 24/24”

  1. a pm comunicação do ministro “maduro branco”, devia servir, para nos informar quais as reformas que o governo levou a cabo até à data.

  2. Júlio, pode esperar sentado por uma resposta, à altura, das oposições. Imagina se o PS fosse governo a fazer isto: tinhamos o Seguro e todos os que acompanharam allongo de 6 anos, alinhadinhos a vociferar.

  3. Tendo em conta a preocupação anteriormente manifestada pelo ministro sobre o facto de se aproximar, por azar, o período de férias de grande parte dos jornalistas, suponho que os encontros informais se dêem no local de veraneio dos ditos. Do tipo “não venha até nós, o governo vai ter consigo onde estiver, já imaginou um magnífico cocktail party na praia, assistindo ao pôr do sol enquanto tem oportunidade de se actualizar com as melhores notícias da governação, prontinhas a publicar?”

    Promete ser uma longa campanha eleitoral…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.