Parece que Salazar dava na veia

Foi há dias lançado o livro A Queda de Salazar, de José Pedro Castanheira e mais dois jornalistas. O lançamento foi na residência oficial do primeiro-ministro, em S. Bento, a antiga casa do Botas, que agora de vez em quando se abre ao público. Casa à cunha, para ouvir, entre outras, uma singular revelação: Salazar injectou-se durante mais de vinte anos com uma droga, havendo motivos fortes para pensar que era um opiáceo fabricado na Alemanha chamado Eucodal. Diz-se que era a droga preferida do Hitler. Era tipo morfina, mas “melhor”: dava euforia, bem-estar, autoestima e era “altamente viciante”. A princípio era comprada cá, depois vinha secretamente de Paris, enviada pelo embaixador. Nos anos 1960, já mais dependente, Salazar injectava-se dia sim dia não. No total, entre 1944 e 1968, Salazar injectou-se 1211 vezes, contadas nas agendas em que anotava tudo.

12 thoughts on “Parece que Salazar dava na veia”

  1. Entao se fizerem uma rusga no Observador aquilo vai tudo de cana, ao pé deles o Mustafá é um menino de coro.

  2. “Parece que o Sócrates era homossexual”, dixit Vítor Pereira

    Parece que era? Era ou não era?
    Então e deixou de ser, ou continua?
    E, sendo ou não sendo, o que é que isso interessa para a populaça?
    Ou será que é só uma fake news ?

  3. Júlio,
    Esse “parece” está a mais. Apaga isso.
    O Botas viciou-se mesmo no poder e na droga. A partir de certo momento, o primeiro vício passou a depender do segundo. O resto foi aquilo que se viu.

  4. fazem mais disparates agora que dão na coca, os pulhiticos. muita euforia e manias de grandeza. deviam por novamente os opiáceos na moda, saiam-nos mais económicos .

  5. O Botas é a rock star da facharia, com uma bio assim, para ser um verdadeiro deus, deve ter morrido jovem, p’rai aos 27. Morreu aos 27, foi enterrado aos 81, foram 54 anos a criar miséria. Rock on.

  6. vá lá que existe o google…eucodal é oxicodona, um analgésico , bem mais fraquinho que fentanil, usado por milhares de doentes oncológicos e reumáticos ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.