Crónicas do iPod shuffle

A perfect Hockney blue,
A child is born with no state of mind
History to the bone, memory to the marrow
Pale, pubescent beasts
Such little hearts to miss a beat
They ought to be more careful
The dream goes so much deeper

2 thoughts on “Crónicas do iPod shuffle

  1. Fique lá o tag aberto (se foi, de facto, assim). Dá-nos olhos menos piscos. Com ganho para a estética facial.

    A Saúde Pública agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.