Os governos de direita não contam

Quanto tempo terá este Governo de estar no poder para que possa ser responsabilizado pelo que quer que seja? Já percebemos que dois anos não são suficientes. Não importa o que digam, façam ou deixem de fazer. Não importa o facto de serem criticados todos os dias por praticamente toda a gente. Apesar de tudo isso, há sempre um ministro, um deputado ou outro idiota qualquer a lembrar que a culpa da situação em que o País se encontra é, foi e continuará a ser dos seis anos de governação socialista. Resta saber até quando. É que sabemos que três anos de governação de direita também não têm impacto nenhum no País. Veja-se os Governos de Durão Barroso e de Santana Lopes, foi o desastre que se viu, mas para a direita é como se esses três anos não tivessem existido. Dez anos, o tempo que duraram os Governos de Cavaco, parece tempo suficiente para que a direita possa ser responsabilizada, mas não é. Por isso é que têm sempre o cuidado de excluir esse período quando se põem a fazer contas ao número de anos que o PS esteve no poder. Assim por alto, de quantos anos precisam? Podemos esperar sentados, se a condição para assumirem a responsabilidade pelos seus actos for a obtenção de resultados positivos com as suas políticas, com toda a certeza, nem daqui a cinquenta anos o Sócrates se livrará de todas as culpas.

9 thoughts on “Os governos de direita não contam”

  1. guida, o problema é que o “tó zé”esteve calado na oposiçao durante seis anos,e agora ficou sem argumentos para contrariar essas narrativa.estive ouvir o debate no parlamento e a oposiçao foi confrangedora.o tózé ainda falou dos desemprego, o pc falou pela rama para dizer que o ps tambem tem responsabilidades. a raiva que se nota na rua não tem correspondencia nos debates. o rapaz de massama diz que não tem dinheiro para alavancar a economia e ponto final.

  2. Ouvi bocados do debate de hoje na AR. Ouvi também as declarações do Cavaco.Tinha a TV ligada na SIC e deu para ouvir o “opinião publica” que pedia comentarios sobre o debate na AR. A minha conclusão sobre os comentarios ouvidos, é que o páis está desesperado e preparado para se lançar nos braçaos de um qualquer Grilo que apareça, venha de onde for, desde que não seja confundido com um politico….tal a desesperança das pessoas.
    Impressionou-me.

  3. é complicado coar a responsabilidade quando o que se faz é, não para português viver, para alemão ver. é que a responsabilidade é um processo de dentro para fora.

  4. nuno cm, concordo com o que dizes acerca da oposição de Seguro. Mas o problema é que, com ou sem Seguro, a direita comporta-se como se nunca tivesse estado no poder. Em vez de passarem a vida a criticar os governos socialistas, por que razão não dão como exemplo a obra que esses magníficos governantes deixaram?
    __

    Olinda, complicado? Para a direita é muito simples. Quando estão no poder só fazem merda, mas a culpa de todos os males é sempre dos governos dos outros. Muito simples, e disto não podemos culpar os alemães, foi sempre assim.

  5. o governo de santana lopes caiu por incompetencia e por falta de legitimidade,foi a eleiçoes,e levou o banho que todos conhecemos. socrates ganha com maioria, e governa durante 4 anos.vai a eleiçoes e ganhas-as novamente,mesmo com campanhas sujas,e com um presidente a colaborar.um canalha. que diga que os seis anos de socrates foram os do pior governo desde a primeira republica,só pode ser mandado para a real puta que o pariu por todos os portugueses que cumpriram o dever civico de ir votar.nota:a vitoria de passos coelho (sem maioria absoluta),nada teve a ver com tudo que se passou anteriormente,pois a sua eleiçao foi assente no maior embuste desde a implantaçao da republica.

  6. guida,eles como nada de bom podem mostrar,regressam ao passado,porque sabem que a replica segurista não existe ,por ter estado 6 anos em hibernaçao no parlamento. ao fim de semana então sim começava a trabalhar, deslocando-se pelo pais para “sessões de esclarecimento” pelas federaçoes do seu partido.uma coisa é certa,ninguem quiz ir a jogo no proximo congresso,como tal há que alavancar a oposiçao de seguro a este governo de direita com sugestões.vejam se alguem faz criticas à mediocre oposiçao de jeronimo no parlamento? debitar slogans nos comicios sem som de retorno,é o forte dele.onde está a oposiçao dentro do pcp? que poder e autonomia têm os deputados,quando só dois pertencem ao comité central (jeronimo e joão oliveira recentemente). o grupo parlamentar é um grupo de paus mandados,pois engolem tudo que lhes é enviado pela brigada do reumatico que compõe o referido comité .bye bye lenine…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.