Just another compassionate conservative

O Blasfemo CAA, por norma tão preocupado com a propriedade privada, resolveu agora fazer humor a propósito das recentes inundações. O facto de centenas de pessoas estarem neste momento a braços com prejuízos terríveis, para já nem mencionar a vida que se perdeu, pouco importa quando comparado com o fim último da coisa: gozar com quem anda a anunciar a iminência de um aquecimento global.
Um dia, ainda irei entender o fervor quase religioso com que esta malta se encarniça, sem ter de entender peva do assunto, contra qualquer preocupação com o estado do planeta. Eu, por mim, não tenho certezas absolutas sobre o efeito das actividades humanas no clima; mas parece-me da mais elementar prudência ir acautelando o futuro. Um dia destes ainda se prova mesmo que andámos a fazer asneira; o problema é que aí talvez seja tarde de mais para emendar a mão.

2 thoughts on “Just another compassionate conservative

  1. Esse tipo é um triste. Já há dias fez as mesmas piadinhas com os alertas do Instituto de Metereologia.

    Enfim, o gajo não se vê ao espelho. Tanto manda bocas foleiras sobre copos de whisky como fica indignadissímo com o plágio do MST.

  2. Meu caro Luis, tenho novidades para si: Não precisa de esperar mais! Não há já qualquer dúvida que andámos mesmo a fazer asneira com a Natureza. E que se não tomarmos medidas urgentes vamos a caminho dum verdadeiro inferno na terra. Quanto a blasfemos, insurgentes etc, não há nada a fazer: tudo o que belisque o novo deus “mercado” é mal vindo, está errado, não presta, sejam quais forem as provas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.