Ironias da política americana

Kerry.jpg

O caramelo que se refugiou no Champagne Squadron, a milhares de quilómetros da guerra, conseguiu fazer passar a ideia de que John Kerry, ex-combatente no Vietname, insultou os soldados americanos.
A equipa de spin doctors dos republicanos continua em forma. Kerry continua a dar provas de que não nasceu para isto da política. Bush, o homem das mil gaffes, continua a gozar de um estatuto único: a ele, todos os deslizes são perdoados com um encolher de ombros.

4 thoughts on “Ironias da política americana”

  1. Foi um episódio absolutamente ridículo. O pedido de desculpas entende-se como uma solução táctica, para rapidamente retirar o assunto da agenda mediática, mas só os broncos é que foram na conversa da ofensa. Vejam-se os comentários na CNN, por exemplo, enviados pelos leitores para se perceber como a audiência não é acéfala.

  2. Como podemos constatar em mais esse episodio um caso ridículo. Demonstrando cada vez que estamos tendo a oportunidade de ver o inicio da decadência dos EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.