10 de Junho

Ontem foi 5 de Outubro. A República e tal, mais Cavaco Silva a falar para uma praça quase deserta. Mas eu já só penso no 10 de Junho. Afinal de contas, fui pai duas vezes em menos de 20 meses (o Pedro nasceu faz amanhã 15 dias) e tendo em conta o que vai para aí de pânico com a baixa natalidade, mais os riscos de não termos quem nos pague as reformas daqui a uns anos, razão pela qual o Estado apela ao nosso instinto procriador enquanto um dos desígnios mais patrióticos que pode haver, tendo em conta tudo isto que não é pouco, enfim, sobretudo se lhe juntarmos os sacrifícios inerentes (das noites mal dormidas aos DVDs de que se abdica para comprar fraldas e Halibut), tendo em conta tudo isto, repito, e para não vos maçar mais, acho que já vou merecendo, sei lá, uma comenda ou outra medalhita qualquer.

5 thoughts on “10 de Junho”

  1. Zé Mário,

    já agora, que ainda não tos tinha dado, parabéns pelo infante! E olha que só começas a ter “eficiência fiscal” nas deduções ao IRS, ao que dizem, a partir do quarto filho (embora nessa altura já arrisques ser recrutado para a associação da Dra. Rosário Carneiro :)

  2. A associação (Opus Dei) da Dra. Rosário Carneiro tem colégios do Fomento para o Pedro e emprego para os respectivos pais… Digam-me lá se isto não é muito melhor que “uma comenda ou outra medalhita qualquer”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.