Há rebuliço na cave

Na caixa de comentários do post PRETO NO BRANCO, há discussão da grossa entre Nuno Ramos de Almeida e o autor do mesmo, Valupi, sobre a actuação do Bloco de Esquerda.

Está o Parlamento em férias, a agora isto!

Como se tal não bastasse, no post LIMPAR A FULIGEM, andam em grande folia Jorge Carvalheira e a nossa querida Dona Ermelinda, «senhora» que aqui vem sobressaltar-nos em outros avatares, masculinos esses.

Quem disse que este blogue era manso, pá?

10 thoughts on “Há rebuliço na cave”

  1. Este Blogue é dirigido a um povo imbecilizado e resignado. É por isso que a morte dele se aproxima através do cheiro ácido das expectativas.

  2. É inacreditável – e, quero admitir, significativo – que se gaste tanto bom conceito com esta porcaria de blogue. Eis um florilégio da última meia-hora.

    «O AspirinaB é o mais obscurantista e misógimo dos mundos: facilidade e rapidez com que se troca de registos; há uma erotização grunha e saltitona.»

    «Este Blogue é dirigido a um povo imbecilizado e resignado. É por isso que a morte dele se aproxima através do cheiro ácido das expectativas.»

    Sociólogos da cultura: regressem às bancas de trabalho. Não há páscoa para ninguém.

  3. Ferdinand,

    Afaste-se deste ruído. Isso é bom para os blogues da militância política de grande audiência. Com a sua entrada e a do Jorge Mateus, O BdE II ou III, em formanto Aspirina, está no bom caminho para ser outra coisa mais calma e interessante.

    Boa Páscoa e um beijinho da sub-comandanta Paulina Bonaparte

  4. Este blogue está é a ser feito por imbecis ao serviço do PS: o Venâncio e o Valupi diziam-se alegristas, mas revelam-se finalmente e plenamente idiotas úteis ao serviço de quem manda. E agora são tão só mais uns tantos Sócrates boys.

  5. Querida Dans Le Métro,

    Acredita, não precisamos de esforçar-nos nada para isto se manter ‘calmo’. Depois da Grande Debandada, fomos ficando aqui uns resistentes basto calados. Resta o problema do ‘interessante’.

    A Páscoa vai indo. Aproveita que ela foge.

  6. Os autores deste blogue são destituidos de pensamento autónomo e insistem em sublinhar a irrelevância dos que pensam por si.

  7. Acho engraçados estes comentários saídos do porão.
    Porém, o autor, melhor seria assinar, “capitão pepino”. Por duas razões: a primeira, por causa dos assuntos do comentário, geralmente de pepineira. A segunda, porque o pepino foi chamado “o breve” e os comentários do capitão pepino, são breves e duram o tempo de uma desatenção de quem administra o blog…

  8. O Aspirina não é mais do que uma sucessão de gente incessantemente esboçada e apagada, num cortejo de comentários censurados e ressuscitados, que revela um grupo inclinado pelo olhar intranquilo dos fantasmas do comunismo.

  9. Citando um memorável programa de Carlos Pinto Coelho: “Há REBOLIÇO na cave”. Como disse?! Queria, certamente, escrever há REBULIÇO na cave. Vá, vamos lá a emendar isso e a cumprir a penitência ortográfica: repetir a palavrinha 100 vezes no caderno moleskine…

  10. HJL,

    Haverá algum alçapão virtual onde possa sumir-me? Tem toda a razão. Dentro de minutos estará como deve.

    Porque de facto hesitei (ainda não serei um caso perdido?), fui ver ao Porto Editora. Vi «reboliço», mas não conferi com «rebuliço».

    Obrigado. Como não tenho moleskine, farei penitência alternativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.