Reality-check ocasional

Desligar o corrector automático. Escrever um texto completo. Rever de ponta a ponta. Ligar o corrector outra vez. Maravilhar-se com a própria ignorância, se isto fosse uma Olivetti havia de ser bonito. Não contar a ninguém, olha a pose.

8 thoughts on “Reality-check ocasional”

  1. Não fiz o exercício mas acabei de ter uma das muitas experiências inqualificáveis. Escrevi:

    “Quantos açorianos havia no Governo…” e as três primeiras palavras surgem sublinhadas a verde. O corrector dá-me a seguinte sugestão:

    “Quantos açorianos haviam…”

    Qualquer dia desligo o dito de vez, que é para me não irritar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.