Perdidos – Temporada 1, episódio 2

Começa a confirmar-se que o PSD tinha um, e apenas um, objectivo: derrubar Sócrates. Com o objectivo único concluído, não fazem a mais pequena ideia do que fazer a seguir. Excepto aumentar impostos, observar com espanto a recessão ainda mais agravada que se segue, ir buscar dinheiro à segurança social – depois repõe-se com “o crescimento” –  tomar medidas simbólicas e avulso na despesa, cortar nos apoios aos mais frágeis – que essa malta tem é de ir trabalhar -, deixar passivamente as grandes empresas portuguesas serem tomadas de assalto por empresas estrangeiras – é o mercado, fazer o quê? – , inventar desculpas, tentar ter boa imprensa, culpar os socialistas, culpar os sindicatos, culpar os empresários, culpar as agências, culpar os mercados que não dão tréguas, spin, spin e mais spin, fingir indignação quando os governantes dos outros países nos acusarem de irresponsáveis. E as bandeirinhas, não esquecer. No fim, fogem. Vai uma aposta?

6 thoughts on “Perdidos – Temporada 1, episódio 2”

  1. Pois é…os mesmos que argumentavam que não se devia culpar os mercados, mas sim fazer o trabalho de casa, rasgam agora as faces e as vestes. Pois é…os mesmos que afirmavam que com a mudança de governo tudo mudaria, apelam agora á Europa e á sua solidariedade e diabolizam as agências de rating. Pois é…é a vida. Todavia, há alguns que ainda não falaram. Esperemos pelas suas sábias e comedidas palavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.