Novo acordo ortográfico

É curioso ver as alterações de linguagem na blogosfera de direita, e não só,  agora que chegou finalmente a sua vez de ir ao pote. Para simplificar, aqui fica um breve dicionário, para quem não seja jornalista ou a quem não tenha chegado o memorando:

Onde se escrevia Deverá escrever-se
Boys Assessores
Propagandista Profissional de comunicação
Nomeações Convites
Sofreguidão Aceite com muita honra
Gamela do estado Serviço público
Incompetencia Benefício da dúvida
Lambe-botas Rendido à visão de Passos Coelho
Familiar de Curriculum impressionante / provas dadas
Páraquedista Voz independente
Crise nacional
Crise da zona Euro
Crise (agravar da) Estado em que encontrámos o país
Abrantes Gente para quem a antiga grafia ainda se aplica
Jornalista de coragem Assalariado do patrão com interesses ocultos
Dessassombrado Ressabiado
Crítico Aquele que esperava ser convidado
Ilegalidades Delírios risíveis
Projectos megalómanos Investimentos geradores de emprego (a partir de 2012)

Como todos os acordos anteriores, este é meramente temporário e passível de revisão assim que as condições mudarem, prevendo-se o retorno à velha grafia assim que o Partido Socialista regressar ao poder.

12 thoughts on “Novo acordo ortográfico”

  1. Para vocês é o inverso?? Para leigos na matéria da blogosfera, como eu, para ler os vossos textos tenho de adoptar este dicionário, trocando só a ordem das colunas?? Ahhh…. desculpem boyzada só existe agora. Por essas e por outras é que a abstenção é tão elevada.

  2. ó meu, até que seria original, se a tua visão, meu rapaz não estivesse inquinada de parcialidade, tás a ver. ó pa, a merda é igual, pá, a mosca mudou de vestuário e a soltura prossegue, tás a ver porque é cus alemães gozam os portugueses? estes continuam a dissertar, pá, sobre o que não tem conteúdo.

  3. ò meus, atão, já agora um pequeno quadro conhecido de como tudo é o mesmo. Primeiro, leiam de cima para baixo e depois de baixo para cima, aplicável a qualquer partido português governante.

    ANTES DA POSSE

    O nosso partido cumpre o que promete.
    Só os tolos podem crer que
    não lutaremos contra a corrupção.
    Porque, se há algo certo para nós, é que
    a honestidade e a transparência são fundamentais.
    para alcançar os nossos ideais
    Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
    as máfias continuarão no governo, como sempre.
    Asseguramos sem dúvida que
    a justiça social será o alvo da nossa acção.
    Apesar disso, há idiotas que imaginam que
    se possa governar com as manchas da velha política.
    Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
    se termine com os marajás e as negociatas.
    Não permitiremos de nenhum modo que
    as nossas crianças morram de fome.
    Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
    os recursos económicos do país se esgotem.
    Exerceremos o poder até que
    Compreendam que
    Somos a nova política. **

    DEPOIS DA POSSE

    Basta ler o mesmo texto acima, DE BAIXO PARA CIMA

  4. Cambada de palhaços! Há um ano as agências de rating faziam o seu trabalho; agora os meninos revoltam-se com elas… Não há pachorra.

  5. A propósito do termo “Familiar de” ser a tradução literal de “Excelente currículo e experiência profissional mega qb”, convenhamos que uma das principais causas do Estado em que Portugal se encontra apesar deles gritarem muitos “ai jesus que os melhores de nós estão a sair do país”, na minha terra a história conta-se de outra maneira.

    Dois amigo encontram-se ao fim de algum tempo e um deles, sem papas na língua, confronta o outro.

    -Admira-me muito que tenhas contratado o Nogueira, pá. Trabalhei com ele e posso garantir-te que é uma perfeita nulidade. Afinal qual é o QI dele?
    -O QI?
    -Sim o QI, pá! Quem… o Indicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.