Wittgenstein teve namoradas?

a-namorada-de-wittgenstein
Toca na máquina para ler o que ela tem escrito na tua ausência

Maria João Freitas anda, desde Março, a garantir que sim. E já reuniu, à hora em que escrevo, trezentas provas da ocorrência. O namoro vive um estado de ebulição criativa. Palavras e imagens trocam os mais apaixonados amplexos, as mais obscenas carícias. Pois é, isto de namorar com Wittgenstein não tem nada de platónico.

Os nossos talentosos amigos, e ex-colegas de escrita nesta casa, Fernando Venâncio e José Mário Silva, dois exímios cultores das micro-histórias, terão copiosas paisagens onde repousar o olhar. Mas há outros géneros, e muitos gatos, à disposição do leitor neste país das pequenas maravilhas.

Menu degustación:

Efémero/ Kookai #1 (publicado na Pública)

Efémero / Game over #3 (publicado na Egoísta)

Micro-histórias #9

Alice #18/ As irmãs

Greguerías #45/ O girassol

Dicionário não-etimológico: “monge”

Micro-histórias #91

Alice # 24/ A coroa

2 thoughts on “Wittgenstein teve namoradas?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.