8 thoughts on “We can’t say we have not been warned”

  1. Algumas questões:
    1. por que razão clinton que fez desaparecer milhares de e-mail de uma conta de correio que estava proibida de usar e, bem assim, fez desaparecer a sua agenda , tal como foi confirmado pela sua secretária pessoal, Huma, é pessoa melhor, mais credível ou mais honorável que Trump?
    2. Por que razão o marido de clinton manteve com a procuradora geral um encontro há cerca de de uma semana de cerca de 40 minutos, no meio da pista de um aeroporto e sob o pretexto de que estavam a falar de golfe e netos? Por que razão isto não preocupa, não surpreende, não levanta suspeitas às pessoas que tanto temem Trump?
    3. Por que razão Obama, que nomeaou a referida procuradora, disse, na sua qualidade de presidente, que nem sequer admite a hipótese de ser deduzida acusação contra a clinton? ninguém considera isto uma inadmissível intromissão da política nos assuntos da justiça? não é da mais elementar decência um presidente nestas circunstâncias não formular pré-juízos de culpabilidade e de modo algum interferir ou influenciar a atividade da justiça? ninguém se alarma com isto? acham que o twitter do trump é mais importante?
    4. por que razão obama disse que o isis é uma non existential threat, a organização terrorista que em poucos dias arrasou com um aeroporto na turquia e com um bairro em bagdad ceifando a vida a mais de 200 civis? os posts do trump no twitter são mais preocupantes do que a estranhissima apatia de obama perante uma ameaça que é cada vez mais global? no dia em que morreram civis num atentado do isis, obama falava preocupadíssimo sobre direitos lgbt em conferência conjunta com justin trudeau. acerca dos atentatos, disse, conformado, as generalidades do costume.
    5. por que razão obama, na sua qualidade de presidente, fez um discurso abjeto, falso, mentiroso, infame e deturpador, acerca da história da construção da da estátua da liberdade em ny e toda a gente acha normal um presidente deturpar de forma tão miserável a História apenas porque a estória que quer contar é muito mais comovente e concorda com a sua restante narrativa? os excessos do trump no twitter são mais preocupantes?
    6. os maiores financiamentos da campanha de clinton (note-se que não se está aqui a falar de relações comerciais entre países) provêm de países onde é feita uma interpretação radical, bárbara e violenta de direitos humanos. Porque é que só os twitters do trump é que desassossegam as boas consciências de certos órgãos de comunicação social que, por sua vez, pertencem a grupos económicos que financiam essa mesma candidata?

    Que nojo, foda-se.

  2. enapá foda-se meu, lá pelos outros serem trafulhas e coisa e tal, não quer dizer que o ideal seja um analfabruto como o trump…

  3. ò enaparvo, o clinton foi um dos melhores presidentes dos estados unidos e o obama ainda não entrou nos dez mais porque ainda é presidente. portantus deixa de alarvar trumpetada.

  4. Trump é uma conspiração contra a América, como Philip Roth descreveu e previu ficcionalmente, embora a hipótese seja construída umas decadas antes através de um outro real personagem.

    Clinton, Bill revogou a Lei Glass–Steagall, abrindo a porta para os rapazes de Wall Strest fazerem a merda que fizeram. Estava na altura, disse ele.

    https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lei_Glass%E2%80%93Steagall

    Em ambos os casos, na realidade e ficcionalnente deram cabo do patrimônio do melhor presidente americano q foi Roosevelt.

    A tory Teresa May é uma nova Tatcher, a única coisa positiva que pode resultar da sua eleição é a
    possibilidade de se ouvir boa “nova” música. Diy.

  5. Os EUA devem temer a eleição de Trump. O resto do mundo deve temer a eleição de Hillary Clinton: será mais um passo em frente a caminho de uma Terceira Guerra Mundial. As escolhas que fez na Invasão do Iraque e no assassinato de Khadaffi ilustram o que esperar da sua capacidade de discernimento e responsabilidade. E dos bombardeamentos de Belgrado decididos pelo seu marido a Europa ainda não conheceu todas as consequências. Nos últimos 35 anos, a russofobia tem sido o fermento em que leveda o fundamentalismo islâmico. Hillary é uma sua proeminente representante.

  6. conclusão á lucas galuxo “o mundo deve temer qualquer um que ganhe as eleições para presidente dos states”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.