Vega9000 vendeu a alma ao demónio

O nosso amigo Vega9000 acaba de ser recrutado para um dos blogues de proa na Frente da Calúnia, essa tenebrosa organização a mando do Gabinete onde pululam empregados do governo, e às vezes mais acima, tal como oportuna e em 1ª mão o Pacheco denunciou. Ora, tive de ir ao Rato tratar da papelada e dinheiros para este novo agente. Deixo aqui a conversa de modo a que se possa apreciar o profissionalismo com que o Gabinete conduz operações de informação, contra-informação e desinformação, usando técnicas dos serviços secretos. Aprendam, seus barrascos da oposição:

Pedro Silva Pereira (disfarçado com bigode, nariz e óculos à Groucho Marx) – Olá, Valupi! Que bom apareceres. Olha, toma lá esta saca cheia de dinheiro que ainda sobrou do BPN. Sim, é das autênticas e tudo. Olha aí de lado o Made in Puerto Rico… Hahaha… Aqueles gajos eram uns pândegos… hehehe… Leva-a que bem mereces, tens trabalhado tanto. E então, que há?

Valupi – Bom, Senhor Director Ministro, era, faxavor, para Vosselência autorizar a contratação de mais um anónimo lá para o Aspirina… É que com a campanha eleitoral a aproximar-se, e isto do PSD não nos dar descanso com as suas anedotas diárias, um tipo já nem consegue ir a todas…

Pedro Silva Pereira – Como é que esse anónimo se chama?

Valupi – Vega9000, Senhor Director Ministro.

Pedro Silva Pereira – Sim, bem esgalhado, é um óptimo nome para um anónimo. Tem qualquer coisa de informático, de choque tecnológico… Mesmo como a gente gosta… Não é, Valupi?…

Valupi – É, sim, Senhor Director Ministro.

Pedro Silva Pereira – E ele sabe o que tem de fazer?

Valupi – Já lhe expliquei como é que a coisa funciona: cada texto tem de ter pelo menos três elogios ao nosso grande líder e nove insultos aos ranhosos ou aos imbecis, é opcional. Se não cumprir, é despedido e nunca mais poderá sequer entrar nas caixas de comentários da nossa magnífica e rosácea Frente da Calúnia.

Pedro Silva Pereira – Rosácea… Tu levas jeitinho com as palavras, Valupi! Qualquer dia ainda te metemos num jornal e tudo, vais ver. Tens é de ter um pouco mais de paciência.

Valupi – Sim, Senhor Director Ministro.

Pedro Silva Pereira– E quanto aos pagamentos? Está a par do esquema?

Valupi – Por acaso ele pergunta se pode ser um seu primo, o Abílio, a recolher os envelopes castanhos, porque esse primo trabalha num café do Montijo e assim pode ir ao Freeport levantar o dinheiro, pois fica a caminho de casa e tal… Sabe como é, o trânsito na Margem Sul…

Pedro Silva Pereira – Mas claro, mas claro, não tem problema nenhum. Um primo! Vem mesmo a calhar, temos muita experiência a lidar com primos, é ginja. Olha, já sabes aquela do quanto mais prima, mais se lhe arr…

Valupi – Sim, Senhor Director Ministro.

Pedro Silva Pereira – Pois, não interessa… Então, temos o assunto resolvido e só me resta desejar-vos bom trabalho. Sempre a malhar neles, hã? Vamos!… Tenho de ir agora tratar da nova carta do Catroga. Que chatice de homem, já estou farto de triturar papel, ufa… Adeusinho.

Valupi – Muito obrigado, Senhor Director Ministro.

29 thoughts on “Vega9000 vendeu a alma ao demónio”

  1. Este post já compensou o resto da minha noite… :D

    Oh, Vega9000, vê lá se partilhas o carcanhol, que foi aquele tête-à-tête comigo aqui há dias que te colocou nessa posição, hein?

    (o que me lembra que tenho um rascunho de post sobre anonimato na web para acabar desde Novembro)

  2. Ah! Ah!
    Bem suspeitava que, por aqui, para nos pagares o que pagas, só podia existir um esquema desses…

  3. eheheh, Marco, 10% está bem? Indica o primo, fica combinado na loja da Gant do Freeport, terceiro provador à esquerda, por trás do espelho. Envelope usado da PT.

  4. Muito bem, mais uma excelente contratação para o Aspirina.
    Mas, Valupi, tens mesmo a certeza acerca da identidade de quem se escondia por baixo do disfarce? É que este assunto da contratação de anónimos é da maior importância e olha que acabei de ouvir o Aguiar-Branco a denunciar a ‘habilidade matreira’ do Engenheiro… :)

  5. Então e a mim não me toca nada?
    Bem sei que só de vez em quando é que venho aqui falar bem do senhor engenheiro, mas que diabo, ou há moralidade ou comem todos …

  6. E se eu passar a escrever louvores a Socrates, tambem tenho direito a alguma coisa? Tenho e que arranjar um nome de guerra, ja que escrevo com o meu verdadeiro. Que tal Anonymous? O Pacheco passou demasiado tempo no PCP (ml)… Brilhante cronica, Val.

  7. Val amigo,
    não te esqueças de mim quando fores falar ao Exmo Senhor Director Ministro, pois aqui na repartição esfalfo-me a escre na Net a favor do nosso amado líder.
    A Bem da Nação

  8. Volto ao Aspirina e são só boas notícias e risada! Que oasis no meio de tanta mediocridade, imbecilidade e ranhoseira!
    (falta acrescentar o Vega ali à direita, na lista dos aspirinas)

  9. :-) parabéns pelo sucesso nas negociações. (e boa sorte na gestão da adrenalina pelas expectativas, Vega). e pelo sotaque também, Val.:-)

    (estava aqui a pensar se não me arranjas uma cunha para o Cirque du soleil) :-)

  10. Só uma perguntinha: o que diz o código bloguístico? O Vega9000 pode continuar a comentar os posts do Valupi, Isabel e JC Francisco?
    É que, apesar de ganharmos um “co-bloguer”, não gostaríamos de perder um co-comentador (ai esta gaguez) super-oportuno e divertido!

  11. edie, como em tudo o que este governo faz, foi omitido que estamos à espera da confirmação da Merkel. Esperamos a autorização a todo o momento.
    ___

    Sinhã, peguei nas expectativas ontem à noite, dei-lhes um beijo, e atirei-as ao rio. É a única gestão possível.
    ___
    Penélope, ninguém me avisou de proibição nenhuma. E acho que há jurisprudência do Tribunal Europeu dos Direitos do Blogger sobre isso. Por isso está tudo bem.

  12. Concordo com a Edie e partilho a preocupação da Penélope. Ah pois! Eu, pelo menos, quero tudinho a que tenho direito…

    Schuacks aos molhos.

    :))))

  13. Eu só trabalho em part-time e apenas desde que o Jumento me deu o contacto do Valupi e do CC mas já me acho no direito de saber quanto vai ser a minha reforma depois de 5 de Junho. Eu assino com as minhas iniciais e parte do meu apelido mas nem por isso deixo de ser uma ilustre anónima! Espero, porém, que o Pacheco Pereira faça de mim uma ‘figura pública’ para que o meu ‘cachet’ comece a valer a pena.
    P.S. Tenho uma enorme preocupação: saber quem é o Valupi e os ‘tipos’ do CC porque o que eles escrevem, o que eles relatam, o que eles desvendam e que os jornais , rádios e tvs escondem, não me interessa nada.

  14. Pedro Silva Pereira – E aquele gajo, o Carmo Francisco, também é anónimo?

    Valupi – Nem me diga nada, Senhor Director Ministro.

  15. ah, então foste tu q ficaste com o último saco de dinheiro. raios. para os jugulares já ñ vai haver q chegue. assim ainda temos de nos oferecer a quem der mais. ou menos. ou assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.