Teoria do clique

Miguel Relvas voltou a animar com esta sondagem, depois do sofrimento da anterior que apontava para um imparável crescimento do PSD em direcção à maioria absoluta. Eram notícias funestas para o inventor da Teoria do Clique, a tese de que a probabilidade do PSD ganhar as eleições aumenta sempre que o PS se aproxima nas sondagens. Felizmente, graças à excelente coordenação entre Passos e a sua já lendária incompetência política, as coisas voltam a compor-se positivamente para os social-democratas.

É continuarem, meus senhores. Têm mais uma semaninha para mostrarem as vossas habilidades na dificílima arte de descer nas sondagens quando se é levado ao colo pela comunicação social e onde o adversário era suposto estar abaixo dos 20% ou metido nos calabouços da Judiciária.

8 thoughts on “Teoria do clique”

  1. Levados ao colo pela comunicação social, os analistas políticos “à capella”, os politólogos e politólogas (a comentar o debate Ferro Rodrigues/F. Nobre foi dada à luz uma àvezinha de Alá que dava pelo nome de não sei quê Espírito Santo, na semana passada) e… last but not least, o independentíssimo Director do DN, sempre atentamente, qual catavento electrónico de última geração, a ver para onde sopram os ventos. Uma autoridade na matéria.
    O resto são pentelhos.

  2. POR FALAR NO NOBRE ONDE ANDA ELE? DIZEM-ME QUE FOI VISTO A CORRER ATRAS DE UMA GALINHA COM UMA MIGALHA DE PÃO NO BICO.

  3. Lingrinhas:
    Fernando Nobre foi visto ontem no hospital D. Estefânia. Andava a procura de uma galinha com um saco de votos no bico.

  4. Apesar das muitas sondagens que apontam neste sentido, a multidão de comentadores políticos que todos os dias nos brindam com as suas magníficas análises não perde muito tempo a analisar este cenário de vitória da direita mas sem maioria. Curiosamente, discorrem mais sobre a possibilidade de o PS vencer, o PSD e CDS perderem mas juntos conseguirem uma maioria. Sendo que para muitos nesta situação quem deve formar governo é a direita.

    Percebe-se que os analistas não falem nesta hipótese, é que, depois de tudo o que Passos tem dito de Sócrates, seria uma grande chatice ter de lhe ir bater à porta para aprovar Orçamentos e essas coisas que têm de ser aprovadas no Parlamento.

    Já para não dizer que se por azar Passos voltasse a cruzar-se com a aluna das Novas Oportunidades que ontem o confrontou e lhe agradeceu por lhe ter chamado ignorante, poderia obter dela uma resposta à altura da que lhe deu: ‘Espero que a sua vitória lhe sirva para muito…’

  5. Estes comentadores, politologos (nova classe promovida a inteligencia politica), jornalistas todos à uma, todos ao serviço e às ordens do patrão Belmiro, Balsemão e Oliveirinha, são uns mosluscos, umas lesmas!
    Sem nível, sem independencia funcionam apenas como MOÇOS DE RECADOS! São o que são!
    Pés de microfone, voz do dono!
    Se os mandarem ladrar, vão ver a cãozoada que por aí vai.
    Salivar já salivam.Morder, também mas sempre nas mesmas calças!
    Ladram, salivam, mordem com raiva inusitada!
    Em defesa do pote!
    Pavlov tinha razão!

  6. Guida:
    “Espero que a sua vitória lhe sirva para muito…”
    Só que a rapariga ao dizer-lhe isso – o que entendo que era o que merecia – ia pôr milhões de portugueses a penar e não tem culpa de ter uma pessoa com falta de princípios a concorrer a um emprego de 1º. Ministro. Ele é que devia de andar nas Novas Oportunidades a ver se aprendia o que não aprendeu nas universidades.

  7. Manuel Pacheco, tal como indica esta sondagem, a direita pode vencer estas eleições sem maioria, o que colocaria Passos e Portas numa situação bem complicada. Eu só estranho que se fale tão pouco, ou nada, nesta possibilidade.

    Quanto à aluna, pelo que se viu, não parece ter vontade nenhuma de contribuir para essa hipotética vitória. :)

  8. O passos vai formar (lagarto lagarto)o governo mais geometrico do mundo um que resolve problemas bicudos com mesas redondas e bestas quadradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.