Sublime inspiração

Igreja-S-C-Jesus

Por razões pessoais, que não só as estéticas, também me encanta desvairadamente o seu trabalho no Alto do Restelo e no Bloco das Águas Livres. Já quanto ao “franjinhas”, e apesar da boa disposição da coisa, o júri ainda está a deliberar.

6 thoughts on “Sublime inspiração”

  1. Grande perda e grandes pedras, tanto a obra do Nuno Teotónio Pereira como a fotografia!, Valupi.

    [De repente, juro-te que até pensei que postavas sobre o “comício” da Maria de Belém na FIL. Nos bons velhos tempos, o Público do VJS teria uma fotografia assim. Quem foi o artista, identificas?]

  2. Eric, a foto é do Rui Cavaleiro.
    __

    L*, razões relativas à minha infância, no caso do Restelo, e ao meu imaginário, no caso das Águas Livres.

  3. Através dos espaços interiores, da sua generosidade e da forma como a luz é neles tratada, e ainda pela estética da pedra e do traçado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.