Sincronicidade

O desaparecimento de Relvas só é igualado pelo silenciamento de Seguro. O Governo falha a política económica e financeira ao ponto de já não ir atingir o acordado com os credores, o Governo falha as políticas de emprego ao ponto de não ter qualquer solução para apresentar, o Governo mostra-se desgovernado na gestão da sua comunicação política ao ponto de transparecer um ambiente caótico na coligação – e nem Relvas dá explicações nem Seguro as pede.

Estarão de férias juntos?

4 thoughts on “Sincronicidade”

  1. Penso que um anda ,apressadamente, a vender o nosso rectângulo e o outro está à espera dos saldos nos grandes Armazéns de Belém.

  2. Eu tiro-te já as dúvidas, Valupi: foram vistos na ilha de Mancebia, arquipélago das Promíscuas, Reino da Oposição Violenta, obviamente no Pacífico (só podia mesmo, né?).

  3. Val não sejas mau, o Seguro está apenas a fazer o que dele a direita esperava, está a segurar o governo com a esperança de que ele caia devagarinho, e entretanto dá uns arrotos para ver se a oposição interna se acalma e ele consegue levar a água ao seu (dele, claro) moinho.

  4. Mas afinal quem é que elegeu o Seguro? O que é que esperariam dele? Bolas, esta ainda hoje estou para entender.
    Se mais argumentos faltassem bastaria ver a vontade que os tipos do pote tinham na escolha do Seguro para ir noutra direcção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.