Sermão da Campanha

Louçã disse que a crise consiste na existência do PS e PSD, responsáveis pelo situacionismo porque incapazes de governar. Disse que estes dois partidos são iguais nisso de não conhecerem o País. Disse que Sócrates agravou as condições da crise, aumentando o desemprego por ter reduzido o investimento público. Disse que o PS pratica um poder tentacular, dando como exemplo o contrato com a Mota-Engil para o terminal de Alcântara, o qual terá sido feito por influência de Jorge Coelho, e referindo uma cláusula relativa a fenómenos meteorológicos como prova de sua imoralidade, corrupção ou ilicitude. Disse que o PS ofendeu muitos eleitores socialistas quando atacou a escola pública, os trabalhadores e os funcionários públicos, tornando-se num partido irrecuperável. Disse que o PS ofereceu 70 milhões de euros à Mota-Engil só por causa da influência de Jorge Coelho. Disse que Portugal deve sair da Nato para acabar com a sua participação em assassinatos de inocentes. Disse que o Tratado de Lisboa é mau para a Europa. Disse três vezes que Sócrates disse estar contente consigo próprio. Disse que não se deve comprar armamento para as Forças Armadas. Disse que a política não se faz com negociações. Disse que António Costa quer a pobreza da cidade. Disse que o contrato com a Mota-Engil é parasitagem dos dinheiros públicos com a cumplicidade de António Costa. Disse que Jorge Coelho é igual a Dias Loureiro, Oliveira Costa e João Rendeiro. Disse que está preparado para ser primeiro-ministro, e que vê essa possibilidade crescer a cada acto eleitoral.

Louçã é o genuíno herdeiro de Cunhal, exibindo a mesma alucinação messiânica. Como Cunhal, não tem quem lhe possa suceder. Carvalhas provou isso espectacularmente. Porque os líderes que respiram fanatismo não se substituem, apodrecem ou tombam. Os serventuários apenas conseguem imitar, com resultados pífios, quando não trágicos. Mas Louçã é mais guloso do que Cunhal, o qual estava satisfeito com o impasse da Guerra Fria, com o adiamento da revolução sine die. Bastava-lhe assistir às paradas militares, contemplar os exércitos a desfilar com cartazes e palavras de ordem. Para Louçã é outro campeonato, o vento está de feição para a demagogia Pop, altamente sofisticada, que o BE aprendeu a fazer cada vez melhor. Ele vai tentar acabar com o capitalismo a partir de Portugal ou encher o papo a tentá-lo. Daí a sintonia com Alegre, outro messias da nova esquerda anti-Sócrates, o qual não descansa enquanto não percorrer o País vendo as estradas cheias de povo agitando bandeirinhas à sua passagem e agradecendo, humilde, o pleno emprego garantido pelo Estado.

7 thoughts on “Sermão da Campanha”

  1. Ontem tive duas decepções mas, virei as costas para a televisão. Quando falava Louçã e a seguir o dono da Tasquinha do Sporting, pôs na sportv para se vêr o jogo do F.C.Porto. Continuei a jogar sueca. Não dou valor a coisas insignificantes.

  2. havias de ter, como eu, estudado, com o baptista, movimentos messiânicos para veres o que é partir a louçã toda. :-)

    olá super-mário.:-)

  3. Consegui um minuto e meio, o que já não é mau atendendo a um espantamento da aorta,

    Valupi e pessoal: noutro dia a ler uma entrevista do Louçã ao CM fiquei com a certeza que o grande líder até prefiriria que o psd ganhasse para crescer mais a fazer melhor oposição. Desta entrevista cheira-se isso também?

    O Bloco erguer como objectivo prioritário crescer é a lógica do capitalismo operating,

    inteligente

  4. No primeiro parágrafo deste post, o Valupi diz-nos que o Louçã disse muitas coisas àcerca da governação do Pinto de Sousa. No segundo parágrafo deste post, o Valupi não refuta nada daquilo que o tal Louçã disse àcerca da governação do Pinto de Sousa, mas diz-nos que ele é um demagogo. O Valupi é um fala-barato.

  5. Louçã nem sequer chega a ser perigoso porque não passa dum senhor muito convencido.Ele sabe que nada do que diz é verdade e portanto sabe muito bem que anda a enganar todos os descontentes e a alimentar ilusões.O BE foi criado pela comunicação social e acabará quando esta o entender.Serviu para combater o PS e tambem para cortar os alimentos ao PCP.Terminará quando estes objectivos sairem das agendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.