Revolution through evolution

Celebrity chefs have poor food safety practices
.
True Lies: People Who Lie via Telling Truth Viewed Harshly, Study Finds
.
Businesses Shape International Law Through ‘Astroturf Activism,’ Paper Finds
.
Having a Meltdown at Work? Blame It on Your Passion
.
Pessimists, you aren’t alone in feeling down
.
Hands-free just as distracting as handheld mobile phone use behind the wheel
.
When Horses Are in Trouble They Ask Humans for Help
.

.
Runners’ brains may be more connected, research shows
.
Social anxiety disorders? Cognitive therapy most effective treatment
.
Internet use in class tied to lower test scores
.
What makes influential science? Telling a good story
.
Beans and Peas Increase Fullness More Than Meat
.
Beer Epiphany: How Brand-Name Beer Drinkers Become Craft Beer “Aficionados”
.
Musical Table Teaches Basics of Computer Programming
.
Bad Bosses Come in Two Forms: Dark or Dysfunctional

One thought on “Revolution through evolution”

  1. querido Chef:

    SOS HACCP! Os serviços propostos garantem o cumprimento do Regulamento (CE) n.º 852/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, que estabelece as regras gerais destinadas aos operadores das empresas do sector alimentar relativo à higiene dos géneros alimentícios – estipulando que todos os operadores do sector alimentar devem criar, aplicar e manter um processo permanente de controlo da segurança dos géneros alimentícios, baseado nos sete princípios do HACCP (Hazard Analysis and Control of Critical Points) que, em português, significa Sistema de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos.

    Este sistema tem na sua base uma metodologia preventiva cujo objectivo prende-se com o de evitar potenciais riscos que podem causar danos aos consumidores. e como? através da eliminação ou redução de perigos e da garantia da não colocação de alimentos não seguros à sua disposição. O HACCP é passível de adaptação às diferentes necessidades de gestão de cada entidade, aplicável a todas as fases de produção, transformação e distribuição de géneros alimentícios independentemente do tamanho da organização.

    Se me está a ler, Chef, contacte-me. ou contacte outro desde que tenha ficado com uma pisadura na consciência entre uma coçadela da pudenda aqui, um dedo no nariz acolá, e mais um milhão do germe na delícia de maracujá. :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.