Quem é que se baldou?

Acabo de ver numa reportagem da TVI que os participantes na manifestação Todos pela liberdade não chegam a corresponder ao número de blogues apoiantes – e isto esquecendo que muitos desses blogues são colectivos, apenas para o cálculo fazendo corresponder 1 participante por blogue.

Enfim, a ala comuna do movimento que comece já a purga porque este fiasco não pode ficar sem consequências.

45 thoughts on “Quem é que se baldou?”

  1. Eu também vi, VAl.
    E pior nem são pessoas de palavra. Não era para irem todos de branco ?
    A não ser uma enfermeira que passou ao fundo e se dirigia para o trabalho não vi ninguém de branco.
    Uma lástima.
    Cumprimentos

  2. Viva a liberdade de expressão que está bem viva no país! Abaixo as manobras sujas da direita trauliteira, mentirosa e manipuladora!

  3. E lá estavam uns senhores do PCP com uns cartazes muito bem feitinhos…

    Suspeita-se (vai sair no Sol, na Sábado e no Expresso) que os blogers foram pressionados para não aparecer, ameaçados de retaliações e boicotes nos seus espaços blogosféricos e não só.

  4. Roupa branca:
    Como me prontifiquei de ir ao comício sobre a Liberdade de expressão, caso as minhas solicitações fossem aceites, e como os organizadores atempadamente anuíram. De manhã vesti-me de roupa preta, como combinado, quando recebo no meu telemóvel uma chamada de um organizador, do blogue 32 da Armada, a dar-me a notícia que não se ia realizar.
    Perguntei qual a causa e o que me foi dito é que tinha celebrado um contrato com uma empresa de lavagem de roupa, (roupa branca) da Malveira – julgo que ainda pertencente à família do Jacinto – e este disse que não podia entregar a encomenda a tempo da manifestação pelo motivo das empregadas à última hora fazerem greve.
    Ainda entrou em contacto com os descendentes da empresa de lavagem de roupa, da família Quitéria, – rival da outra empresa, mas a resposta foi a mesma. Que lhe custou muito pedir a Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã, por questões políticas, que intercedessem, mas essa intervenção foi infrutífera.
    Estava a contar com o dia e noite passado em Lisboa, para mais com uma garota 86x60x86 e um hotel de seis estrelas. Que pouca sorte, nunca estive com uma garota com essas medidas e num hotel de seis estrelas. Julgo que o 1º. Ministro me vai dar mais oportunidade. É impossível que o jornal Sol e Felícia Cabrito, não vão publicar mais notícias.
    Quanto a mim não se passou assim e para provar isso vou mandar um vídeo a demonstrar que o motivo não foi esse. Como vão ter oportunidade de ver as lavadeiras estão contentes com o seu trabalho e até estão a cantar.
    PS. O motivo foi outro. Não conseguiram arranjar manifestantes e como ia ser um fiasco resolveram acabar com tudo. Ou julgam que sou um agente infiltrado.

    http://www.youtube.com/watch?v=clrmt-sb-P4

  5. Manuel Pacheco,

    Lamento que nenhuma garota com 86x60x86 tenha tido pachorra para o aturar. Mas se calhar com alguma razão, não ????

  6. Nâo, estava o Manuel Falcão a dizer que estavam ali também para exigir garantias de que não vão ser pedidas responsabilidades aos jornais que têm publicado matéria em segredo de justiça…

  7. Estavam lá algum (s) destes:
    MMG e JEM
    MC
    PP
    JMT
    HM
    PR
    etc?
    É que falam falam, mas aparecer que é bom e dar a cara, isso é pró povinho pateta. Reaça que é reaça não se mistura com comuna.

  8. Espero que a helenamatos não tenha lá estado. Se ela se chega a sentir asfixiada vai ser o cabo dos trabalhos. Ela é tão sensível.

  9. Ora aqui está um brilhante incentivo à liberdade de imprensa:

    – Deliberação do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas-

    “Voto contra por considerar redutora a análise sobre o procedimento do jornal Diário de Notícias cuja conduta foi, também, ética e deontologicamente reprovável ao publicar um email privado entre repórteres do jornal Público, sabendo que podia tratar da substância do mesmo, através de uma investigação rigorosa, sem colocar em causa e para o futuro a confiança da generalidade das fontes. (vid. doutrina do CD sobre reprovação de divulgação das cassetes, 2004).

    Não é claro que se trata de um inquestionável interesse público e, se o fosse, seria a substância de um documento e não o próprio documento a matéria de interesse.

    Aliás nesta denúncia, também não é isenta de interesses a fonte que deu o documento ao Diário de Notícias, nem inócuos os interesses do próprio jornal , que soube preservar a fonte que lhe entregou o documento, mas não cuidou de ouvir todas as partes com interesses atendíveis no conteúdo do mesmo, nomeadamente a Presidência ou o próprio Público.”

    Pelo Conselho Deontológico

    do Sindicato dos Jornalistas

    Orlando César

  10. Há muito tempo que leio os delírios de um socialista que tem tudo a perder caso Sócrates saia de cena.
    Este Valdispert é mais um manipulador da verdade, de facto é triste termos de lidar com pretensos fantasistas que enchem a net de cognomes e repetem até à exaustão as instruções do idiota S

  11. No tempo do cavaquistão uma gráfica existia na Calçada do Combro, que então tratou de imprimir as aventuras eróticas do sr das Amoreiras. Enquanto foram umas pobres coelhilhas a animar a festa tudo bem, a imprensa é livre de publicar o que tem relevo público; mas quando é conhecido que por lá tinham andado aos pulinhos a dar ao rabo, umas certas coelhonas, algo aconteceu naquela gráfica, que seria um bom serviço prestado à liberdade de imprensa, saber qual foi.

  12. 50 pessoas? 50 pessoas? Estes filhos da puta organizaram e andaram a falar de uma manif durante dias, a matracar, a obrigar-me a ouvir adultos já no tempo do 25 de abril, de quem não se conhece a mais pequena palavra contra o lápis azul da altura, a querem dizer-me que andam asfixiados agora em 2010, para 50 pessoas? 50 pessoas? Os sabujos conseguiram juntar 50 pessoas? 50 pessoas? É isto o melhor que conseguem fazer? 50 pessoas? E querem estes que os portugueses lhe liguem? Como se diz na minha cidade: estrelinha que os guie, caralhinho que os foda. 50 vezes.

  13. ora pelos vistos a manif foi um sucesso de fracasso, que bom…

    amanhã vem aí o polvo de conserva, ao que dizem.

    mas hoje dedico a elas, no dia em que faz 20 anos que o Mandela foi libertado!

    ‘té

  14. Querem lá ver que a culpa da participação ter sido reduzida também é do Governo ou de José Sócrates?!
    Querem lá ver que o plano secreto do Governo e de José Sócrates para tomar conta da Comunicação Social também se estende aos blogs?!

    Ou o facto de não ter sido a uma sexta-feira não dava lá muito jeito?!

    Vá-se lá saber… mas acredito que o Crespo, a Cabrita ou o Sol saberão explicar!

    Keep up!

  15. Das duas uma: 1- Ou o Sócrates proibiu toda a gente de ir á manif ;ou ;2-Os convocadores da manif eram todos uns “aldrabões” como diria ou dirá Pires de Lima (CDS) num Jornal do Crespo.

  16. Estavam lá comunistas?
    Só se forem de pacotilha.
    E sabem porque porque em Portugal desde os tempos de Mário Soares até aos dias de hoje, independentemente de quem seja governo a comunicação social é propriedade dos donos do PS, do PSD e do CDS que por acaso são os mesmos.
    O PCP sempre foi calado, caluniado, e odiado por essa imprensa,aliás como pelos militantes desses partidos que não passam de relógios de repetição das calunias dos seus donos.

  17. A entrevista da Judite de Sousa ao Presidente do Supremo foi um monumento de ignomínia, como diria o Eça. Funcionar como uma metrallhadora a vomitar fogo para sufocar o adversário é dar um espectáculo degradante. A Senhora não se lembrará que deve respeito a uma figura hierárquica de topo (que o não fosse!) do Estado Português.

    Eu acho que vou dar instruções ao meu advogado para estudar a colocação de uma providência cautelar às realizações da senhora. Cá está a asfixia? Não, ela é que não tem o direito de invocar o nome do povo português para o interpretar quando lhe dá jeito. É que ela substitui-se, no processo democrático, à eleição periódica dos representantes do povo. Ela sabe que as pessoas estão preocupadíssimas… que, a ser verdade, tal, tal, que o Predidente do Supremo deveria por o seu lugar à disposição, abóbora, minha senhora. Noronha do Nascimento deu algumas boas respostas, às perguntas em rajada. Mas pareceu-me que aquilo foi uma entrada de leão (coitado do meu clube, como está) e uma saída de sendeira.

    Quanto à marcha branca… aos costumes disse nada. De certeza que a culpa é do Sócrates (por default) pois, no seu plano para abafar a liberdade de imprensa em Portugal, mandou colocar quinhentas mil garrafinhas de mau cheiro, que foram pisadas pelos brancos e afugentaram cem mil manifestantes com o Nogueira à frente.
    A RTP, muito defensora da liberdade de imprensa em Portugal, como a deputada do CDS que lá apareceu, filmou a razar, mas nem assim pareceram muitos.

  18. O povo não anda a dormir e não elegeu Sócrates para este ser abandalhado por rapinas de toda a espécie.
    Os media manipulam, certo, mas quem sabe se um dia não virão eles a ser realmente manipulados? Quando voltar a censura de ferro, promolgada por uma política da verdade, os media vão ter muitas saudadinhas do Sócrates…
    A comunicação social ainda há-de colher duramente o que anda a semear.

  19. O jornal “O Sol” é hoje publicado como inicialmente programou, com todas as escutas que escolheram mostrar, com todos os nomes que decidiram mencionar, logo podemos concluir que de facto existe censura em Portugal e se dúvidas ainda subsistissem bastava ouvir as declarações em directo, na Sic, de Manuela Moura Guedes, onde esta afirma, sem margem para qualquer dúvida, que existe censura. É pena é que o facto de ela o poder afirmar é a prova como não existe. Como diria o outro “pormenores”.

    O título do “Sol” é curioso e intrigante. O Polvo é um molusco que nunca me causou especial empatia e que salvo raros casos de boa culinária, normalmente dispenso.
    O rosto do suposto polvo na capa do “Sol” deverá ser interpretado como uma personificação de poder na pessoa do primeiro ministro, confesso que a fisionomia de Cavaco Silva seria bem mais expressiva e até reveladora mas a opção editorial pertenceu a esse guru do jornalismo, José António Saraiva decerto influenciado pelo lado feminino de Felícia Cabrita.
    O Polvo é um predador que se alimenta de peixes, crustáceos e invertebrados, tal como os órgãos de comunicação social se alimentam de escândalos, fraudes ou ainda de desgraças. Os oito braços com fortes ventosas que caracterizam o polvo podem também ser comparados aos mais diversos meios de comunicação ao dispor dos mais variados interesses políticos, que fixam as opiniões e que criam movimentos de contestação.
    A maioria dos polvos são capazes de libertar uma densa nuvem de tinta negra que os ajudam a escapar de outros predadores. A nuvem de tinta também possui cheiro, sendo capaz de confundir os outros que dependem muito do olfacto para localizar a presa. Seria uma comparação muito forçada a da tinta negra com as letras impressas do “Sol” e ainda mais forçada a questão do cheiro, até porque ainda só vi a capa online, mas registo aqui a minha tentação de o fazer.
    O polvo é ainda conhecido por ter a capacidade de se camuflar, podendo alterar a cor aparente e a opacidade da sua epiderme, contém pigmentos de cores como amarelo, laranja, vermelho, castanho e preto. Curioso que ia jurar que os polvos me pareciam todos cor de rosa, deve ser erro da wikipédia.
    Para último deixei a comparação que mais me apaixonou. A polvo fêmea (Sol/Felícia Cabrita/JAS/Comunicação Social) pode ser fecundada por um ou mais parceiros sexuais. Quando aceite pela fêmea, os espermatozóides (escutas) do polvo macho (Sócrates) são introduzidos. O polvo macho (Sócrates) morre num período de alguns meses após a cópula. A fêmea, após a fecundação, pode guardar os espermatozóides (escutas) por semanas até que os óvulos estejam maduros.

    Conclusão: Os polvos estão em guerra pela sobrevivência, e os tubarões estão à espreita.
    FM
    http://www.faroeomundo.blogspot.com

  20. Quanto à Sra Sousa e o seu interrogatório, gostei e assinalo a forma como terminou o seu “show” televisivo…
    Depois de todo o trabalho que teve Noronha Nascimento para explicar à Sra. algumas coisas básicas e simples, ficámos todos a saber que aquele programa tinha servido para nos dar a todos um “notícia importante”… que afinal, e na minha modesta opinião, é uma “não notícia”
    http://politicaevida.blogspot.com/2010/02/nao-noticia.html

    keep up!

  21. Chessplayer:
    Meu caro (a) senhor (a) na qualidade de ser inferior a V. Exa., venho-o informar que não podemos ser todos iguais, se assim fosse, não havia razão de haver professores, escolas, liceus e universidades. Como sempre gosto de lidar com iluminados é este um dos motivos porque aqui permaneço.
    Quando me desloco a Lisboa, umas vezes vou por Vila Real, outras pelo Porto – sou deste distrito – pelo prazer de desfrutar a paisagem e de ter tempo e possibilidade para esse gozo. Não me importando por quem tem gostos diferente.
    Uso como lema quando não me interesso pelo que outros escrevem, simplesmente os ignoro, não tem valor para mim, não respondo. O que me parece que não é o que acontece consigo. E para sua informação vai ter de o fazer muitas vezes. Não nasci livre, mas com o vinte e cinco de Abril, ganhei a minha liberdade, e não é um ser iluminado como V. Exa. que mo vai proibir.
    ______
    Carmen Maria:
    Acredite, mas acredite mesmo, que ao referir-me a garotas com 86x60x86, não foi com intenção de provocar ciúmes.

  22. A judite levou porrada até dizer chega e no fim a conclusão é:”O presidente não aparece nas escutas ouvidas pelo presidente do supremo” IUPIIIIIII HURRAAAAA PUM PUM PUM (somde foguetes).

    Isto depois de ter levado uma lição das antigas. Vai para o top 3 dos meus momentos Politicos:

    1 – Marinho Pinto vs Manuel Moura Guedes (TVI)
    2 – Pedro Silva Pereira Vs Mário Crespo (SIC)
    3 – O Presidente do Supremo Vs Judite de Sousa (RTP)

    P.S. A Judite estava histérica não estava?

  23. É impressionante a falta de formação dos jornalistas para abordar algumas questões e a displicência com que o fazem, emitem opiniões e pretendem dar lições a quem, apesar de ter feito da matéria uma boa parte da sua vida e reputação, defende opinião diferente. Que tenha visto, nesse aspecto hoje mereciam nota máxima a Judite, a Inês S. Lopes, oo o Vicente Jorge Silva. Corporativismos a quanto obrigam. Neste particular do corporativismo sempre, podemos acrescentar o Joaquim Vieira e o M. Sousa Tavares que também estiveram no topo.

    Noutro registo, ouvir o Marcelo dizer que o governo está num plano inclinado e a cair a pique até um vamos lá ver se se aguenta e depois ver as sondagens que continuam a sair com a subida permanente do PS só podem dar vontade de rir. Esta gente não quer só fazer de nós estúpidos, tem que existir alguma dificuldade neles próprios que justifique estes destemperos.

    Insistam nessas estratégias radicais de catastrofismos, asfixias e medos (todas muito pós-pachecopereira) e irão ver o descrédito em que caiem e o desprezo que a sociedade vos dedicará. Terão então oportunidade de constatar de que lado está o pântano.

  24. A Judite não me surpreendeu, Gil. Ela tem um desempenho sofrível, qualquer que seja o entrevistado. Quando parece estar um pouco melhor, é porque o entrevistado fica “nervoso” e ela explora bem esses contexto. Caso o entrevistado seja alguém destemido perante as câmaras, o resultado é a transparência de mediocridade da senhora.

    Por outro lado, não nos podemos esquecer que a senhoras é casada como Fernando Seara, logo com predisposição para, graciosamente e no canal publico de TV fazer favores ao PSD, ainda por cima na qualidade de subdirectora de informação.

  25. Caro Manuel Pacheco,

    Acredite, mas acredite mesmo, mesmo, mesmo…

    Esse tom está longe de lhe ficar bem.

    Naturalmente que podia ser mais agresiva no comentário, mas como considero-o um homem, va lá, esperto, penso que entendeu a minha mensagem.

    Um grande Bem Haja !

  26. olha lá ó ratazana e quantos é que pc calou no diario e com a policia militar nas assembleias dos metalurgicos no pavilhão dos desportos? democracia né!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.