Queiroz forever

Queiroz não estava a brincar no aviso de que só sairia da Selecção depois de morto. Como sabemos, ele já se apresentava num estado zombie quando tirou o Hugo Almeida contra a Espanha. E os dois meses seguintes só agravaram a situação. Agora, resolveu apresentar queixa-crime contra quem fez o processo que levou aos castigos e subsequente rescisão de contrato. Vamos continuar a ter Queiroz na Selecção por mais uns anos, portanto. Se isto não der em nada, o Professor avançará para a greve de fome junto ao Estádio Nacional.

Oportunidade para sugerir o estudo que o nosso amigo Júlio Pereira fez da personagem.

2 thoughts on “Queiroz forever”

  1. Pode acontecer:
    Um dia num quartel militar o oficial dia recebeu uma notícia que tinha morrido o pai de um soldado que pertencia àquela unidade. Era oficial miliciano e não estava habituado a este tipo de situação pelo que não se achava capaz de dar tal notícia. Depois de vários pensamentos surgiu-lhe um que achou conveniente e resolveu pô-lo em acção.
    Chamou o dito soldado e disse-lhe que na casa dele houve uma grande tragédia que morreram umas poucas de pessoas da sua família mas que não podia confirmar a notícia uma vez que a conversão telefónica não muito nítida e esperava pela confirmação que o soldado se mantivesse pelas imediações que a qualquer momento era chamado.
    Passados uns minutos chamou-o e disse-lhe que afinal não foram uns poucos mas sim o pai é que tinha falecido e agora podia afirmar de fonte segura pois as condições de audição foram boas. O soldado após a notícia agradeceu e ficou grato, dizendo que assim a notícia não era tão má, uma vez que só foi pai que faleceu, já estava a rezar pelas suas almas e assim a dor era menor.
    Conto esta história para a comparar com a que Gilberto Madaíl nos tentou impingir. Foi para Madrid dando mostras que queria o melhor treinador do mundo para a selecção quando o que estava em vista era a contratação de Paulo Bento. Assim demonstrava que correu o céu e a terra à procura do melhor e o que nos presenteou foi com o que estava há muito escolhido.
    Quando alguém quiser dar uma notícia que use o estratagema que foi utilizada quer pelo oficial dia ou por Madaíl. Viver não custa, o que custa é saber viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.