Principium exclusi tertii

Pode ser que PSD e CDS tenham dito a verdade aos portugueses durante a campanha eleitoral. Nesse caso, estas pessoas acreditavam mesmo que a crise económica internacional era um abalozinho e que os mercados deixariam de punir Portugal assim que Sócrates fosse afastado e as obras públicas fossem interrompidas sob a férrea e iluminada mão de um Governo de direita. A sua compreensão dos mecanismos dos sistemas financeiros e da complexidade da situação monetária europeia seria equivalente à dos protozoários. Se a hipótese for válida, estas pessoas são inegavelmente honestas e inacreditavelmente estúpidas.

Pode ser que PSD e CDS não tenham dito a verdade aos portugueses durante a campanha eleitoral. Nesse caso, estas pessoas sabiam que a crise internacional tinha causado tanto o aumento do desemprego como o do défice por toda a Europa e grande parte do Mundo, e sabiam que o problema das dívidas soberanas não era resolúvel pela mudança de cor política do Governo por dizer respeito à arquitectura do Euro. A sua compreensão dos mecanismos dos sistemas financeiros e da complexidade da situação monetária europeia seria equivalente a de todos os analistas, jornalistas e paineleiros. Se a hipótese for válida, estas pessoas são inegavelmente espertalhaças e inacreditavelmente mentirosas.

Não é concebível uma terceira hipótese.

16 thoughts on “Principium exclusi tertii”

  1. Explanação eloquente, demonstração da condição de mentirosos bem demonstrada.
    Esta gente é verdadeiramente mentirosa e obscenamente enganadora. O que apetecia dizer não cabe na decência e no decoro da linguagem escrita aqui reproduzida. Parabéns pelo texto.

  2. diálogo breve

    -eh pá, este discurso encheu-me mesmo as medidas

    – quais medidas?

    -as 49, pá, quais haviam de ser?

  3. Para mim a segunda é a verdadeira.Eles sabiam tudo isso,e sabiam também que a melhor solução, porque mais eficaz,seria o PEC IV,até porque tinha o acordo da europa.Mas também sabiam que isso os afastava mais do«pote». Foi isso que os precipitou E agora temos de suportar a destruíção do Estado Social e da escola pública em nome do«nobre» direito à escolha. Até porque os que poderiam,e deveriam contestar não têm moral para o fazer porque colaboraram.

  4. CLARO QUE SABIAM!
    SABIAM, MAS MESMO ASSIM NÃO EXITARAM, ESTANDO-SE VERDADEIRAMENTE MARIMBAMDO PARA O PAÍS E PARA O POVO.
    QUERIAM POTE, QUERIAM PODER, QUERIAM ABAFAR O ESCANDALO BPN E SACAR MAIS UNS MILHARES DE MILHÕES AOS PAPALVOS QUE SE DEIXARAM ENGANAR.
    AGORA, ESTÃO LÁ LEGITIMAMENTE!
    GANHARAM AS ELEIÇÕES, A SITUAÇÃO DO PAÍS ESTÁ CADA VEZ PIOR, OS PORTUGUESES (CLASSE MÉDIA) ESTÃO A EMPOBRECER DE DIA PARA DIA, OS POBRES CONTINUAM POBRES COMO SEMPRE FORAM, SÓ QUE AGORA ATÉ JÁ TÊM DIREITO À “CARIDADEZINHA” DAS SENHORAS DOS CHÁS DANÇANTES, E LAST BUT NOT THE LEAST, OS RICOS VÃO FICAR MAIS RICOS, OS AMIGOS E OS COMPADRES VÃO SACAR MAIS UNS MILHÕES, E ASSIM VAMOS VIVENDO NESTA “APAGADA E VIL TRISTESA”

  5. É isso mesmo não há alternativa possível: ou honestozinhos, mas umas estúpidas bestas esféricas (aquelas que nem ponta têm por onde se lhes pegue) ou vivaços até dizer chega, mas com um perfil mafioso a pedir meças ao Al Capone!

  6. Eu acho mesmo é que ninguém percebe o que se está a passar (e acho até que todas as hegemonias caem assim no meio do inexplicável: novos tempos e paradigmas se levantam e o Mundo Ocidental já era).

  7. Penso que no pSD e no CDS há as duas variedades, mas a que prevaleceu foi a segunda, a do pote. E neste caso, não são apenas inacreditavelmente mentirosas, mas escandalosamente desonestas, mas também curiosamente estúpidas por acreditarem que vão poder tirar do pote impunemente…
    A ver: quem acha que este governo chega até ao fim do mandato, mesmo com maioria absoluta?
    Eu acho que não, ou então o povo está todo dopado com anti-depressivos.

  8. A edie acha que há as duas variedades, mas cá para mim eles acumulam nas mesmas pessoas os dois perfis. É a fuzzy logic, Val, ou a politica quântica, sei lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.