18 thoughts on “Os imbecis superam-se na imbecilidade”

  1. oxalá que sim e que o sócrates reapareça com maioria absoluta, mas era mais fixe ser iniciativa do cavaco para ir de vela tamém.

  2. É apenas um acto de desespero. Estão apenas a tentar crescer, fazendo um discurso demagógico e oportunista para atrair os descontentes e as pessoas em dificuldade dada a situação do país.

  3. Esquecem-se que o BE é a ála esquerda-kaviar do PS… só tem é que lhe fazer uns fretes de vez em quando, e agora é boa altura. Ambos que o PSD não está interessado em eleições. Real (puta) Politike…

  4. Errado.
    É o “entrudo”, meus amigos.
    O Beato Louçã anuncia a “coisa”, a dita MC, para 9 de Março (três dias depois do aniversário do PCP…) e no dia a seguir à terça-feira de Carnaval, que é a 8 de Março…
    Como diz o meu amigo Bandarra: -Isto anda tudo ligado!

  5. É um tiro de canhão no próprio pé.
    Eu sempre achei os gaiatos do partido do forever young um bocadito ingénuos mas acreditei que entretanto já tinha desaparecido o acne dos primeiros dias e a anormal agitação das hormonas. Enganei-me.
    Mas eles enganaram-se muito mais, como o futuro próximo provará.

  6. Alguma vez o Louçã tinha de ser a estrela do debate. É pena é que tenha de ser com este argumento próprio de quem não tem, nem quer ter no futuro, qualquer responsabilidade governativa. Se não fosse isto, este teria sido um debate igualzinho aos outros, ou seja, zero propostas alternativas da oposição, nem uma ideia para contrapor às políticas do Governo, nem uma. Até fugiu a boca para a verdade ao Paulo Portas quando afirmou que o primeiro-ministro só respondia a tricas. Pois, se é só de tricas que lhe falam, querem que responda a quê? Aliás, se houver eleições antecipadas, é só isso que os partidos da oposição têm para oferecer aos eleitores, podem sempre votar no partido com as tricas mais giras.

  7. Os rapazes do BE não têm idade suficiente e assim não se podem lembrar de como o PRD de Eanes passou de 45 deputados par cinco, num piscar de olhos, depois de uma moção de censura ao governo minoritario de Cavaco. Vai fazer brilhar Cavaco como o homem da estabilidade, porque Cavaco não quer Passos Coelho e só espera a queda de Sócrates mais lá para diante.

  8. não estou a ver o problema, meu caro. Se o governo está a fazer um excelente trabalho, dizem por ai que sim, que mal tem em ir a novas eleições e ser recompensado pelos eleitores com uma nova vitória?

  9. Shark, gostei do forever young. É que, se olhares bem para o Louçã, e ainda há pouco fiquei impressionada, as coisas começam a ficar caricatas e penosas, porque o homem está a envelhecer e há limites para tudo. Tantos anos de frases bombásticas, de pregação e… não há revolução, não há trotskismo, passa o tempo, não dá cabo do PS, não dá cabo da banca, nem do Amorim, nem da Europa. É muita frustração! Na cavidade ocular, os olhos começam a desorbitar enquanto a irreverência no limiar da terceira idade passa a loucura e alucinação.
    Porque é que esta gente não forma um partido ecologista e recomeça?

  10. Há aqui uma “janela de oportunidade”, calma. Basta a moção de censura passar, o Cavaco aprovar. Ainda traz brinde, que é ficarmos livres da múmia, a nao ser que depois se arme em Mubarak.

  11. Mas o Pacheco já deu o tom: toda a gente, tal como ele próprio, quer ver o eng. Sócrates pelas costas. Isso é um dado. Mas também reconhece que seria um grande presente para o Mefisto Sócrates votar favoravelmente a moção de censura, dado que sairia claramente vencedor das eleições (isto, apesar de toda a gente querer vê-lo pelas costas, topam?) Isto é, o gajo reconhece que toda a gente vê que o PSD é uma bosta abaixo de qualquer comparação. Foi lindo lindo de ouver…

  12. Há quem diga que fazer este anúncio com um mês de antecedência é péssimo porque é tempo demais, o País vive na incerteza, no pântano, etc.. Pois eu acho que é pouco. Despachado como é Passos Coelho, e com a quantidade de pessoas que vai ter de ouvir antes de tomar uma decisão quanto ao sentido de voto, temo que um mês seja insuficiente…

  13. Pois eu acho que é desta que se acaba de vez com governos minoritários no nosso país. O PS que se (re)organize.
    O Mubarak de Belém vai ficar contentinho da Silva. Aliás, o homem já deve estar a afiar os dentes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.