39 thoughts on “Olé”

  1. Também acho que sim. Então ninguém se lembrou de em vez de tirar o Hugo Almeida e meter o Dany, metía o Passos Coelho?! Se este cabeças é o salvador direitolas (notem o tolas), estou certo que acertava melhor na tola que o gigante Almeida, pa.

  2. Queirós é um pesadelo, o pesadelo acabou. É só isso, é isso tudo. Tem todos os defeitos dos moçambicanos e nenhuma das qualidades…

  3. Ao intervalo deviam ter entrado o Roben, o Lampard e o Milito. É quase certo que estávamos nos quartos-de-final ; )

  4. Carlos Queiroz nunca valeu nada como treinador de séniores. Treinar chavalada é uma coisa, mas treinar graúdos é outra bem mais difícil!

  5. O adjunto Queiróz, também conhecido por prof. PPD, deve continuar com adjunto. Mas, por favor, contratem um treinador. ESte, embora tenha a vaidade do Mourinho, não passa de adunto com pose!!!!!

  6. Calma, calma. Há que reconhecer que não é qualquer seleccionador que consegue destruir uma equipa destas. Queiroz esforçou-se a sério nesse sentido e ganhou…

    Ainda por cima é modesto e atribuiu, via adjunto, o mérito ao capitão de equipa. Ganda Ronaldo.

  7. Une équipe de l’Union Européenne est à proscrire absolument. On n’est même pas capables de s’entendre! Il fau avant tout résoudre les problèmes internes. Voyez un peu les catalans qui se révoltent en Espagne en ce moment. Faut pas rêver avec une équipe pareille.

  8. Eu fico siderada com isto…. A minha filha, de 12 anos, tentou explicar-me que iam cair em cima do Queiroz e tinha qualquer coisa a ver com substituições e com um tal de Hugo Almeida. Não lhe dei ouvidos. Garota. Mas será que a gaijinha até percebe de futebol?

    By the way, o Brasil é muita bom, não é?

  9. Sim, Tereza, a tua filha de dois anos viu bem…até eu, que não percebo senão as regras básicas, vi. Toda a gente viu, excepto o Professor…Saída inglória, com tanto esforço…O Eduardo chorou. outros não o fizeram por contenção, mas o drama é sempre o mesmo…A liderança em Portugal é mais coisa de provar que as teimosias egocêntricas vingam…E se não vingam, o próximo passo é negar a responsabilidade.

  10. A nossa selecção tentou imitar, e em parte conseguiu, o Inter do Mourinho, mas lá à frente não tinha o Milito, mas sim o Ronaldo e o Simão. A pesar de tudo empatou com o Brasil e perdeu com a Espanha com um golo precedido de fora de jogo, mesmo que milimétrico. Quanto a Queiroz, bem, com tão poucos ovos, e alguns de qualidade duvidosa, não se pode fazer grande omeleta.

  11. (Ana, reza para que ela não leia o Aspirina… )

    Gaijinha, filha minha, aquela tal de Ana estava só a referir-se ao futebol, óviste?

  12. Mourinho?
    O futebol mourinhesco está a ser derrotado em toda a linha.
    Ver posse de bola da Espanha vs. república portuguesa.
    Ver posse de bola da Argentina… em todos os jogos.
    Ver posse de bola da Holanda… em todos os jogos.
    O futebol de Mourinho é um futebol com medo de ter a bola (cf. com Barcelona vs. Inter).
    O futebol que está a triunfar neste Mundial é o futebol espectáculo…
    O futebol à Mourinho e à Domenech não resultou, Anelka ficou aborrecido com isso…

  13. O Mourinho enquanto esteve no Porto era o maior filho da puta. Depois que saiu do Porto passou a ser o melhor do mundo, um génio das tácticas! É nesta espécie de ressabiamento que os portugueses dão cartas por esse mundo fora!

    Aonde queres chegar, perguntarão alguns?

    A Sócrates.

  14. pedro oliveira, não deves ter visto o Inter 3 – 1 Barcelona.

    Queirós matou-se por por medo de morrer, como há décadas fizeram, em alto mar, dezenas de soldados portugueses.

  15. Mas falamos de quê? Quando existe alguemno país,que tem colhõ..é para deitar a baixo,depois querem o quê?Milagres.Por favor.
    Quartos de final?Só para quem não tem medo.Ultrapassar a crise só para quem não tem medo ,arrisca,afronta e olha olhos nos olhos da adversidade.A questão,é,quem o faz ou tenta fazer ,está fodido.è o nosso FADO,basta lêr todos os dias o correio da “manhâ” o Público e afins.Somos assim,atrofiados,será destino ou desleixo?

  16. Qual foi a posse de bola do Inter nesse jogo?
    E Barcelona vs. Inter, viste?
    Uma equipa que durante noventa e tal minutos (o Inter) não fez um únco remate à baliza adversária…
    Curiosidade: Pela primeira na História do futebol, o campeão europeu e vencedor do campeonato do próprio país, oriundo do campeão mundial em título não consegue que seja selecciomnado um único jogador para a selecção cujo futebol, supostamente, representaria.
    Aconteceu com Inter de Milão de José Mourinho que na maior parte dos jogos não alinhava com nenhum italiano…

  17. Bom, hoje mais a frio já se pode dizer: Queiroz é um homem à frente do seu tempo, na elite do futebol mundial, onde se encontra já o astuto Mourinho. Ambos perceberam já as eminentes alterações às regras do futebol, em que ganha não a equipa que marca, mas a equipa que mais jogadas defende, e em que os golos servirão apenas para desempate no caso de ambas as equipas terem defendido igual número de ataques. Mourinho, o pragmático, tem adaptado o seu jogo às regras ainda existentes. Já Queiroz é um purista.
    De qualquer maneira, temos visionário.

  18. Pedro Oliveira futebol não é só posse de bola!
    Podemos não gostar do Inter do Mourinho a jogar, mas tem aquele pormenor de obter resultados, objectivo final do jogo: foi campeão italiano, vencedor da taça e campeão europeu! E ganhou 3 a 1 ao Barcelona!

  19. A Espanha é melhor. Foi melhor ontem. Portugal deu o máximo e conseguimos segurá-los na primeira parte. Estamos de parabéns.

    Queiroz esteve muito bem nas substituições ao contrário do que é habitual. Simão devia ter saído mais cedo.

    Estamos de parabéns.

  20. Sobre o olé:
    A segunda parte do jogo de Portugal e Espanha é muito pobre por parte da nossa selecção. Foi mesmo um olé. Nunca vi uma selecção Portuguesa ser tão banalizada como a de ontem. Fez-me lembrar os treinos de os avançados contra a defesa. Para quem não sabe como eram estes treinos eu explico: eram cinco avançados a treinar contra dois médios três defesas e o guarda-redes. Acontece que quando os avançados perdiam a posse da bola, os chamados defesas enviava-la para o outro meio campo, isto contava como um golo por parte dos defesas. Foi o que constatei ontem.
    Depois entrar em campo com quatro defesas centrais, Ricardo Carvalho, Bruno Alves, Pepe e Ricardo Costa. Este não tem culpa nenhuma, não está adaptado a jogar a defesa direito. Na escolha dos seleccionados Carlos Queirós foi bastante criticado por escolher só defesas. Depois leva dois defesas direitos e nenhum tem lugar no onze? Eu se fosse o Paulo Ferreira ou o Miguel, sentia-me humilhado por não ter lugar naqueles onze. Não eram os meus escolhidos.
    Entendo que a melhor defesa é o ataque. Vejam o Benfica de Quique Flores e o de Jorge Jesus. Com os mesmos jogadores Jorge Jesus impôs um futebol de primeira água. Dava gosto de os ver jogar. Para tudo tem de se ter queda, liderança e ser arriscado. Quem se mete à defesa ou a um sistema defensivo não pode ter êxito. Marcamos sete golos a uma equipa que estava em dia não e a nós corria tudo bem. Nos outros três jogos não marcamos um golo. Como os podíamos marcar se não jogávamos com avançados.
    De todos os jogos que vi e vi quase todos éramos a equipa mais fraca. Os críticos não falavam para não armar confusão com a selecção e seleccionador. O único que ouvi a fazer críticas, a Carlos Queirós, foi Joaquim Rita e tudo que perspectivada aconteceu. Uma grande parte não as fazia porque eram os anti-Scolari. Ainda ontem vi Rui Oliveira e Costa, António Pedro Vasconcelos e Rui Moreira a calarem-se que nem uns ratos. Quando era com Scolari era um fartar de críticas. Que só jogávamos à defesa, que não passávamos do meio campo mas, com ele aparecia um golo.
    Tínhamos um condutor de homens e com pulso para os grandes lóbis. Todos sabemos que empresários de jogadores e presidentes de clubes o que querem ver são os seus jogadores na selecção para a cotação deles subirem. Por isso é que se abrem garrafas de champanhe após os desaires.

  21. De forma económica (logo brilhante) tocou no ponto, quanto a mim. A contingência que marca o jogo e o torna sempre indeterminado, não se compadece com deslizes no que chamo, por facilidade de expressão, “competência NA acção”. A este nível de actuação, um deslize mínimo é fatal. E, não há trabalho programado que resista, por mais correcto que tenha sido, em função do que é possível antecipar.

    Lamento.

  22. O Queiroz enquanto pagar as comissões ao Jorge Mendes (gestifute) e este pagar aos jornaleiros desportivos pela boa imprensa, está garantido!!!! Assim como o Ronaldo, etc. etc. etc…. Difícil é ser convocado para a selecção sem primeiro assinar pela gestifute!!!!!!!

  23. Eu vi a coisa assim. Concordo muito com a opinião do mestre manuel pacheco.
    Isto e futebol e é um jogo e umas vezes estas melhor e outras pior. Portugal ontem não atopou que os seus grandes nomes estivessem a altura.
    Pepe não jogou no Madrid em tudo o ano, tem experiença e nome mas não está para um jogo de mundial. Espanha hoje tem uma grande equipa, se pode mover a bola é muito dificil fazer-lhe fronte ainda que não marque muitos goles, Queiroz sabe isso e jogou atrás esperando o golo que lhe permetera que espanha não fizera o seu jogo. Uma vez que espanha marcou e Portugal tentou abri-se viusse como podíam mover a bola.
    Acho que portugal não esteve à altura do que se esperava, não fez um bom jogo nem pôs tudo o que deveria por.
    Espanha teve muitas dificuldaes no seu grupo, Portugal não e ainda ganhou por sete golos, isso fez que espanha não se confiasse e Portugal achou que podia obter sucesso .
    Agora mesmo não é aquela grande equipa da eurocopa de Portugal e Espanha não é tãmau, o mesmo que não e França, as coisas mudam.
    Vejo a Brazil moi forte, depois Alemania e depois Espanha que tem sucesso a o tocar-lhe com Paraguai. Argentina não a vejo campeão.

    Edie, em Portugal nasce futbolistas como frores , florirão em quatro anos outras frores duma nação. Força Portugal

  24. reis,

    o meu problema não é com as flores, é com os míldios (é uma doença que dá nas plantas) a que as entregam…

    Já agora, aproveito para declarar que estou oficialmente a torcer contra o Brasil, sobretudo desde que ontem tive de levar com uma celebração brasileira da nossa derrota, lá nas minhas vizinhanças.

  25. Reis:
    Obrigado pelo cognome de mestre. Não o sou mas gosto de ver jogar bom futebol. Das equipas que me tem deliciado são: Argentina, Alemanha, Brasil, Holanda e Espanha nestes dois últimos jogos. Fiquei surpreendido com Japão, Uruguai, Paraguai e Estados Unidos da América, não vai demorar muitos anos a serem campeões do Mundo.
    Acredite que quando vou ver o meu clube (Sport Clube de Freamunde) por várias vezes vim embora ao intervalo, por tão fraco espectáculo tanto de uma como de outra equipa. Sou de um tempo que o futebol espectáculo tinha valor. Às vezes em conversa com amigos falamos do mau futebol que se pratica, só se joga para trás e para os lados. Dá a impressão que os jogos são ganhos pelo poder da bola ou seja pela sua contenção.
    Depois serem seleccionados uma grande maioria de suplentes. O Celsea foi campeão de Inglaterra e titular era só o Ricardo Carvalho, Deco e Paulo Ferreira não passavam de uns suplentes, assim como, os guarda-redes Beto e Daniel Fernandes. Pepe que esteve aleijado muito tempo, enquanto jogou, fez grandes jogos pelo Real Madrid, mas não era um jogador seleccionável.
    Veja na selecção Portuguesa quantos suplentes eram! E na de Espanha julgo que nenhum e da equipa campeã (Barcelona) tinha uns quantos. O campeão Português (Benfica) tinha um, depois foi chamado à última hora Ruben Amorim e com quatro treinos entrou como suplente. Carlos Queirós não tem respeito por quem treina. É uma desilusão. Um fraco rei faz fraca uma forte gente.
    Quanto a ser campeão do mundo que seja o melhor e o que melhor futebol praticar.
    Saudações.

  26. Concordo mestre, boa visão da realidade. O Barça ( contando a Villa que ja é tambem) é a base da seleção espanhola e isso nota-se, como bem dizes. Por certo há quatro jogadores de catalunha, un vasco e por primeira vez na hestoria nenhum galego.

    Não concordo en quanto a orde das melhores equipas acho que Brasil e alemanha são as melhores, ja lá vere-mos , Argentina para min não faz bom jogo, ainda que seria espectáculo ver o Maradona louvar os deuses e a dar bicos e bicos nos seus jogadores de ganhar e ser campeão . Brasil adoro, pena que o Kaka não esteja no melhor momento.

    Sorte para o sport clube de freamunde, não sei se boa equipa mas tem um nome bem lindo.
    saudações.

  27. Reis:
    Não me quero tornar maçador mas quando vejo alguém dizer que não tem conhecimento de A ou B, não é por mim que fica sem conhecimento.
    Para que fique mais esclarecido e se porventura um dia se deslocar por estas bandas mando-lhe informação sobre a cidade de Freamunde e do Sport Clube de Freamunde .
    A Blogosfera e a Internet dá-nos estes privilégios.

  28. Reis:
    O seu a seu dono. Não sou o presidente da Comissão Administrativa do Sport Clube De Freamunde. O seu presidente de quem sou amigo tem como eu o primeiro e último nome igual. Como sou apologista de cada macaco no seu galho, o meu é de ser simplesmente um associado, venho repor a verdade. Contudo louvo e admiro a sua presidência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.