O voo da águia

Portas fez um discurso sombrio, pesado, não conseguindo esconder um doloroso sentimento de derrota face às expectativas criadas, alimentadas e acreditadas. Aquele azedume calado de quem ganhou o segundo prémio e acha injusto que por tão pouco, dois ou três pontos percentuais, acabe por perder tanto, quase tudo.

A campanha eleitoral do CDS para as próximas eleições começou nesta noite.

3 thoughts on “O voo da águia”

  1. E o ridículo dele começar logo a pedir compromissos do PS com o futuro governo quando ele e o Passos não conseguiram ser oposição responsável sendo mesmo os culpados pelo pedido da ajuda externa. Em breve eles irão perceber do que se está a falar quando se diz crise internacional. Ainda os vamos ver de joelhos a pedir perdão à Merkel e às tropas do FMI.

  2. E a nossa querida esquerda arqueológica? Jerónimo meteu a cassette e diz q n tem nada a ver com o FMI. Como sempre, mais uma vez, cantou vitoria por ter recuperado um deputado por Faro. O Xico Anacleto, diz que a culpa foi do Sócrates. “Esquerda” inútil! Que digo eu? Inútil, nao! Abriram as portas ao FMI e a direita!

  3. O Zombie número um da cena política nacional, o número dois está encenando e segue dentro de momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.