O Presidente impotente

“Já tive ocasião de dizer e tem sido muito repetido que têm sido tempos muito difíceis e não tenhamos ilusões, e os portugueses sabem bem disso, e se bem se recordam há talvez mais de dois anos que disse que Portugal se aproximava de uma situação explosiva, lamentavelmente chegámos a essa situação explosiva”, afirmou esta tarde o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.

Fonte

4 thoughts on “O Presidente impotente”

  1. É a confissão de quem viu o País ir para a implosão e não impediu que isso acontecesse. Falhou nas suas mais especificas atribuições. Sabemos que nada podia fazer pela Grécia, mas também não foi pela Grécia que jurou cuidar do seu país.
    Ninguém responsabiliza este PR? Pelo que afirma e pelo que não faz?
    Dentro de uma Europa à deriva, Portugal não destoa.

  2. Para ser grande, sê inteiro:
    nada Teu exagera ou exclui.
    Sê todo em cada coisa.
    Põe quanto és no mínimo que fazes.

    (Ricardo Reis, Poemas)

  3. Bem, falta só dizer em que dia e a que horas é exactamente a expolsão! O oráculo não sabe? Ou não se dispõe a avisar? Eu quero estar em Belém nesse momento preciso, para poder assistir ao vivo aos efeitos dos estilhaços num certo e determinado palácio. Bem que podem começar já a procurar esconderijos sob os “maples” e as “chaises-longues”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.