O maldito

O que Deco fez foi pedir a Queiroz para o deixar aproveitar o resto do Mundial descansado. Há vários jogos do Brasil para acompanhar, a torcida está em festa nas bancadas, e Deco já topou um candongueiro legal que lhe faz preços bacana para seguir o escrete até ao Hexa.

Figo confirmou o diagnóstico, chamando cagarolas aos antigos colegas e antevendo uma derrota com o Brasil. O facto de ter feito estas declarações a um jornal desportivo chinês só amplifica a gravidade da sentença.

São bons sinais. Temos de ter sempre presente que Queiroz está amaldiçoado desde os 3-6 em Alvalade. Para se livrar do sortilégio – a força que desviou aquela bola do Cristiano para o poste, por exemplo – tem de bater no fundo, enfiar a cabeça na lama e ser espezinhado. Só então virá a redenção.

Assim, proponho que Cavaco faça uma comunicação ao País acerca da insustentabilidade do actual modelo de jogo da Selecção e da possibilidade de uma situação explosiva caso não se acabe com o défice ofensivo.

6 thoughts on “O maldito”

  1. Kalma não se confundam os sinais. A crise do defice ofensivo atingiu grande parte da zona Euro como demonstram os resultados da França, Itália e mais recentemente da Espanha. É um problema nitidamente exogeno. Tambem não convem valorizar muito a opinião de uma associação de consumidores (DECO) por mais nobres e relevantes que sejam as suas contribuições e perspectivas mas que sofrem pela falta de visão de conjunto e consequente lucidez. Quando o Queiroz acordar toda a Africa estremecerá:)))

  2. Não foi apenas o 6-3 com o Capucho a defesa-esquerdo, foi o facto de ter exigido que o gabinete do director do estádio (Coronel Cunha Bispo) fosse destruído para em seu lugar nascerem os gabinetes dos seus (dele) adjuntos.

  3. Val, o Deco concorda contigo, de tal maneira que quer conhecer-te. Diz-me quantos és, por causa da mesa. Bj.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.