Na veia

palavra da salvação – A gente séria nunca se atrapalha, porque vale tudo.

E por que não fazer outsourcing? – O espectáculo de um mentiroso profissional que se imagina o chanceler oficioso da República.

C’est du belge! – Num Eixo do Mal recente em que substituiu o Daniel Oliveira, Rui Tavares fez uma referência à falta de autocrítica e debate no BE a propósito dos resultados eleitorais de 2011. Durou brevíssimos segundos e saiu-lhe em modo de desabafo. Encontrar um texto seu (ou do Daniel Oliveira, ou da Joana Amaral Dias, ou de algum bloquista com protagonismo) onde se desenvolva a tragicómica matéria, contudo, já será mais difícil do que encontrar social-democracia na São Caetano à Lapa. A esquerda elitista, modernaça, arejadíssima, purificada dos males que pervertem o PS, tem nesse silêncio e marasmo um dos mais cristalinos retratos do que é: uma fraude que perdeu a graça.

One thought on “Na veia”

  1. Muito bem dito: o BE nunca passou de uma Fraude e, com a brincadeirinha tonta do 23 de Março, que desguou na desgracinha do 5 de Junho, perdeu definitivamente a graça.

    Por mim, ESTÃO DESPEDIDOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.