10 thoughts on “Mundo mirabilis”

  1. O Carvalhaz-z-z surpreende-me, confesso.

    Queres ver que ele está a criticar o Jerónimo por ter chumbado o PEC (com o Louçã) e derrubado governo de Sócrates?

    Alguma lhe fizeram os camaradas, dá pra entender. Cá se fazem, cá se pagam.

  2. Como vês João Lisboa, não precisa de tacho em empresas de amigos do partido….o que é fodido para os imbecis, que não compreendem com é tal coisa possível…e por aqui, o Correio da Manhã é utilizado por jovens, quando se masturbam na casa de banho com as páginas dos anúncios…o resto do jornal fica no chão…

  3. este reconhecimento do óbvio por parte do carvalhas (tarde é certo mas igualmente no seguimento de outras entrevistas dadas pelo mesmo) vem confortar-me na minha concessão de algum respeito pelo pcp, contrariamente aos parasitas do bloco. este reconhecimento nunca (em tempo algum!) poderia provir de alguém do bloco, inundados no seu cinismo. nem do joão lisboa…

  4. Agora é tarde, é já muito tarde!
    Os arrependimentos são sempre interessantes, todavia são mais úteis quando feitos a tempo…, mas, é bem melhor do que ficar calado, como muitos o fazem e/ou fizeram, para já não falar dos trapalhões que afirmam uma coisa e fazem outra, seguramente.

  5. o reconhecimento do carvalhas, em forma de não reconhecimento, aparece dois anos depois + 250 k desempregados – 25% do rendimento pró galheiro = ter que explicar qualquer coisa aos fiéis sem assumir a culpa. as eleições estão aí, até já falam em governar com o ps e o pirescoxo já mastiga a k7.

  6. Estavamos já com o TGV a caminho de Badajoz, carregado de cortiça e bolota, se o Sócrates tivesse aguentado.

    Como não aguentou que trate de mandar as remessas de emigrante como os outros que também foram para longe.

  7. as remessas da emigração acabaram com as malas de cartão. se o ricardo que é banqueiro deposita as poupanças na suiça porque é que um emigrante português na suiça há-de mandar o dinheiro para portugal, só se for para pagar mais impostos.

  8. Inacreditável!

    O pedaço entre os 13m e os 18m deveria ser de audição obrigatória para todos os candidatos a revolucionários, todos os formandos em marxismo e todos os lunáticos e patetas deolindos, como este senilóide do João Lisboa, que continuam a acreditar piamente que José Sócrates é o Diabo enviado à Terra para salvar o Capitalismo.

    Obrigado, Carlos Carvalhas! Liberto dos constrangimentos aparelhísticos, a lucidez até parece tão natural como beber água. Pobres portugueses ilududos pela cantiga do PCP atual, que ajudaram a alimentar, noutros pobres portugueses, a “convicção” ingénua de que derrubar o Sócrates era a solução para os nossos “problemas”: aqui têm, dezoito meses depois, uns e outros, um primeiro esboço daquilo que um dia se irá aprender nos livros de História sobre a verdade da inconcebível tragédia que se abateu sobre Portugal em 2011.

    Vão lá manifestar-se no dia 2, vão, mas oiçam primeiro aqui o Carlos Carvalhas. Oiçam-no com muita atenção e tentem começar finalmente a libertar-se dos fiozinhos que vos prenderam às mãos e aos pés, ou melhor, às vossas mentes…

  9. o carvalhas deveria era explicar porque é que demorou tanto tempo a chegar a esta conclusão, isso é que era serviço, o resto já sabiamos e tamém sabemos que a comunada que vota pcp não engoliu o chumbo do pec4, que o gerómino já não alegra um salão de baile da recreativa pirescoxo, quanto mais um comício de mãos fechadas, que entretanto vai haver eleições e que as previsões são uma banhada geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.