9 thoughts on “Mas isto é tão bom, tão bom”

  1. Sim, isto é bom, e melhor ainda é o que acabo de ler no JN: Sócrates apresentou provas, três horas antes de ser libertado, de que a história do PROTAL é uma treta do Rosário Teixeira, que acusa sem investigar. Se pensarmos que desta história com o PROTAL, nasceram 12 milhões de corrupção socrática…isto vai bem, ora se vai!

  2. Que magnifica mistura! Lá vai mais um “OBRIGADO VAL” pelo que vem oferecer-nos de bandeja …
    É sobretudo bom porque vemos que a luta pelo poder entre os bons e os maus nunca acabará…! E essa guerra existiu sempre, enquanto as “massas humanas” são embaladas/drogadas pelas belas misturas musicais, numa
    aparência de uma harmonia social…
    Com 72 anos já vividos no “hell’s club” sei do que falo… e a música é realmente uma necessidade de sobrevivência…

  3. Adorei esta composição!

    O cinema mostra essa estranha dimensão, onde “mil” personagens afinal são um só e onde um só se transforma em “mil” personagens, todas elas se cruzando nesse clube que é a imaginação…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.