Marcelo defende Sócrates, será esta a Sétima Trombeta?

«O chefe de Estado recordou que, durante a governação socialista de José Sócrates, muitos países europeus disseram que "era preciso gastar" e, depois, questionaram: "mas como é que foram gastar tanto". "Se me perguntam se gostaria que fosse mais ambicioso, gostaria, mas daqui a uns meses isso vai ser escrutinado intensamente. Sabe a pouco, mas fazer tudo o que os portugueses precisariam teria custos muito elevados em termos de equilíbrio financeiro português se esta guerra se prolongasse", disse.»


Fonte

«Marcelo recordou inclusive os tempos de José Sócrates para, no fundo, dizer que o PS aprendeu. Lembrou como, perante os riscos de uma recessão, a chanceler alemã disse que era preciso pôr dinheiro na economia e o Governo português aumentou o investimento público e, passados meses, tinha a Europa a dizer que afinal tinha gastado demasiado dinheiro. Agora, ressalvou o PR, o Governo não teve pressa em ser dos primeiros a tomar medidas e foi cauteloso.

“O Governo teve a preocupação de não dar argumentos a esse tipo de ataques”, justificou Marcelo, sem deixar de manter a porta entreaberta para uma eventual revisão de estratégia, caso a situação se mantenha ou venha a agravar-se no futuro.»


Fonte

22 thoughts on “Marcelo defende Sócrates, será esta a Sétima Trombeta?”

  1. ó pá , se esta guerra se prolongasse ???? se as sanções continuarem , devia ser isso que o marcelo taralhouco queria dizer , porque a guerra não tem nada a ver com o sufoco. o sufoco tem a ver com a tendência suicida que se pôs na moda ,desde o covis ,dos dirigentes europeus., como já não eros , dado serem todos impotentes , dá-lhes par tanatos , e quen se foxsesss somos nós.

  2. É evidente que, desde o início, Costa governa com o olho no retrovisor. O seu objectivo é não deixar as contas públicas públicas em mau estado para não ser comparado a Sócrates Valance, o homem que ele “matou” e entregou ao status quo, em troca de paz e uma sonolenta aceitação da sua mediocridade. Daí vale tudo: cativacoes, mentiras, impostos directos e indirectos a tudo o que mexe, e o pior, a endogamia do sistema político mediatico que faz lembrar os tempos da outra senhora, aqui com a ajuda do Dr. Marcello Caetano e a sua idealização de uma identidade nacional de galo de Barcelos de plástico.
    Num documentário q passou várias vezes na 3, sobre a cada vez maior influência chinesa na Europa, a dado passo faz-se referência a uma conversa entre Macron e Costa (conversa suficientemente interessante e reveladora para ser votada ao silêncio, em Portugal só o silêncio é revelador) , com o francês a pedir para não vender assets importantes aos chineses (portos, empresas, etc..) e este a dizer que a Europa nāo tinha ajudado Portugal na crise das dívidas. Aliás a reversão da política de investimento da UE na fase Sócrates foi liderada pelo Sr. Sarkozy. Merkel acedeu mas Sócrates ainda conseguiu negociar um pacote de medidas menos graves e com autonomia que viria a ser rejeitado pela direita e extrema-esquerda.
    As recentes declarações de Macron, contra o gasoduto ibérico, revelam uma a vez mais que a França é um parceiro não “confiável”.
    No entanto o pacote do Dr. Centeno, que o Medina não se importou de apresentar, revela que ainda vivemos em austeridade como nos tempos do Dr Coelho, uma austeridade sorridente e cínica. O resto é propaganda.

  3. “se esta guerra se prolongasse”
    nem sei como pode haver grandes dúvidas acerca disso. putin é um demónio que fala uma linguagem demoniaca e portanto ininteligevel para os humanos ocidentais e depois, ao ritmo a que o exercito dele avança ainda vai demorar uma década ou assim a chegar a paris. pode ser que um desastre nuclear a termine mais cedo. a esperança é a última a morrer.

  4. ou eu estou tola de sono ou não entendo que está a defender Sócrates – antes a defender o PS que aprendeu a lição da poupança com o erro do gastador Sócrates

  5. Na realidade, as medidas para pensionistas (talvez uma minoria precise JÁ deste pequeno adiantamento) são um truque para alterar as regras de cálculo da formação de pensões já em janeiro. Regras essas que não foram respeitadas quando o governo as não aplicou quando essas regras traduziriam um corte por causa da deflação, e com sucessivos aumentos extraordinários para pensões mais baixas…no resto Joe Strummer usa argumentação do Chega ou dos Comunistas, completamente irracionais….desde logo o crescimento até à COVID foi o maior de sempre, depois a lenga lenga dos impostos ( quais subiram?), depois discorda da gestão orçamental…é olhar para os juros da divida publica da Grecia ou Itália…para o rating da Republica… isso tem impacto positivo na economia…os dados do INE mostram isso mesmo… o desemprego baixa, o PIB tem crescimento superior à média europeia… não se entende a racionalidade de certas críticas…

  6. já percebi: está a defender Sócrates ao assinar a ideia de ambição como o melhor – sendo mais – para os Portugueses sendo que a miss prudência, no entanto, deve permanecer

  7. Sócrates, que tão além foi longe demais dizem os da direita, e ficou muito aquém, dizem os de esquerda… o resultado foi o que se viu…e ouve-se um Louça pasma-se… e esquerda e direita junta, em 2011, fizeram o pior aos portugueses… e andam pir aqui e por ali a dar lições de moral, sem vergonha alguma…irra, os politicos são necessarios, mas tanta hipocrisia junta já era dispensável…

  8. !viva! Sócrates; !viva! o esgar de Sócrates no Marcelo; !viva! eu que percebi sem soninho o esgar de Sócrates no Marcelo. !ai! que riso

  9. o joe quando não cita ninguém , analisa altamente : pobreza e censura , é assim que vivemos. o resto é mesmo sorrisinhos cínicos.

  10. https://www.cmjornal.pt/economia/detalhe/conta-da-luz-sufoca-pequeno-empresario-apos-receber-faturas-de-eletricidade-com-precos-altos?ref=HP_OutrasNoticias1

    quando isto se começar a generalizar com certeza que compreendem que por detrás destes aumentos absurdos sem qualquer razão está o plano de tornar todo mundo em assalariado….ou seja , com a conversa estapafúrdia da redistribuição de rendimentos chegaremos ao estado de escravos de corporações. a liberdade exige propriedade privada , não querem ninguém livre. escondem e ridicularizam a única solução para nós : redistribuição da propriedade , distributivismo. e cada um que trabalhe para si.

  11. e em vez da treta de 150 euros deveriam dotar de painéis solares todas as casas , todos os telhados . não faz sentido continuarmos a pagar electricidade quando temos sol praticamente todo o ano. e vai melhorar , os dias de sol , com o aquecimento global , certo? estes tipos põem remendos , porque os remendos beneficiam alguém do circulo , em lugar de atacar os problemas de raiz , porque aí , sim , autonomizavam o cidadão dos abutres.

  12. !ai! que riso, a yo considera que assalariado significa trabalho escravo e que a pobreza se mede em telhados de sol enquanto desfruta da internet e diz o que lhe apetece neste abismo atordoadito de censura

  13. vocês desculpem a verbosidade , mas ocorreu-me de repente se os gajos das energias não estarão a fazer pé de meia porque a chulice da energia , com os painéis solares e tal de auto produção, tem os dias contados ?

  14. sim , assalariado significa trabalho escravo e ficar à mercê de todos os grilhões fabricados pelos governos da liberdade : começas a trabalhar quando eles deixam , tens de trabalhar os anos que eles mandam, tens de ter férias mesmo que não queiras , só podes trabalhar o que eles deixam , tens de descontar o que eles querem , em definitiva 0 liberdade para decidires o que queres fazer.
    acha , olinda , que pude mandar tudo às urtigas e decidir o que quero fazer agora porquê ? porque pude planear minimamente à minha vontade .

  15. que bom para si, yo. consigo imaginar uma sociedade a que chama brutamente assalariada, à sua medida, sem tecido social, ou seja, ausência de Cidade com permuta de couves e batatas por um quilinho de blogue e notícias, sementes e mangas porno japonesas para lhe matar o bicho. !ai! que riso

  16. Yo ando a ficar farta do que você me quer dar em troca do que existe. Você amanda com balões de hélio que enquanto sobem são giros e quando perdem o gaz se estatelam. O Hélio tb nos provoca um gargalhar alucinado. A menina por acaso anda a hélio. Tb acho lindo estar a puxar pelo Tanatos visto que o Eros virou impotente. Não há por aqui ou aí quem a cubra com um painel solar?

  17. compreendo , têm a mesma visão que um cão tem do mundo : ter dono é que é bom e descansado. coitadas.
    nem toda a gente pode ter bons educadores , de factto , há quem nasça de preguiçosos e são assim que se reproduzem os escravos.

  18. !ai! que risota. ó yo, os cães não têm donos, eles são os donos do amor incondicional. satisfaça-me uma curiosidade retórica: aí na sua cabana de palha, onde caga no tacho e se limpa nas folhas das couves que sobram, em qual dos seus buracos é que liga a ficha do computador para a internet que consome?

  19. é uma história interessante. e a sua mãe, yo, vejo que não tem direito a menção de orgulho. será uma conformada com visão de cadela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.