Manelismo e a extensão da verdade

À questão da duração (46 segundos) junta-se a da extensão. Quão extensa é a verdade da fonte cósmica M? Desta vez, observatórios japoneses e indianos aliaram-se num projecto pioneiro. E conseguiram registar estas afirmações:

J – O Primeiro-Ministro tem dito que estamos no principio do fim da crise. Como é que acha que vamos estar em 2010?

M – Olhe, quando o Primeiro-Ministro diz isso, havia, por acaso, um ponto que eu gostaria bem de tentar perceber: é se o Primeiro-Ministro diz isso absolutamente convencido que isso é assim. E, portanto, se o diz, é grave que o Primeiro-Ministro diga isso quando mais ninguém diz. Se ouvirmos as afirmações da Chanceler Merkel, na Alemanha, ela não faz essa afirmação.

A sofisticação tecnológica japonesa, juntamente com os vastos recursos humanos indianos, permitiu chegar a três descobertas:

1. A fonte M considera grave todo o discurso que seja original, preferindo a repetição à novidade.

2. A fonte M é exacta quando refere que a Chanceler Merkel não faz essa afirmação. Constate-se:

Não seria sério apostar numa data concreta para o fim da crise

A chanceler Angela Merkel afirmou hoje que o fim da crise da economia alemã pode estar “para breve”

Chegámos ao fundo do poço

Fim da crise económica está para breve, diz ministério da Economia alemão

Agora, compare-se com essa afirmação:

“É o princípio do fim da crise”

Como se vê, não andam a dizer o mesmo. Tem razão a fonte M.

3. A fonte M depende da Chanceler Merkel para obter informações acerca da realidade envolvente. Assim, para as conhecer, a fonte M terá de esperar que a Chanceler Merkel faça referência às seguintes notícias:

Economists: Recession to end in 2009

The Beginning of the End of the Recession?

Positive Signs For An End To US Recession

Bernanke sees possible end to recession in 2009

Recession end seen as US GDP drop narrows to 1.0 pct

ECRI: End of Recession is Near, Recovery Imminent

Leading indicators signal recession’s end

Com base nestas descobertas, indianos e japoneses consideram que a extensão da verdade na fonte cósmica M não é passível de ser medida no actual estádio do desenvolvimento científico.

One thought on “Manelismo e a extensão da verdade”

  1. “Fim da crise económica está para breve, diz ministério da Economia alemão”

    estes alemães andam sempre atrasados, o governo português anunciou isso há dois anos. É o que se vê, esperemos que este tenham mais tino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.