Malucos do riso

Até a mítica competência autárquica comunista se deixa entusiasmar com esta vocação nacional para a comédia. Na edição de sábado do DN, as declarações do presidente da Câmara são ainda mais engraçadas, pois tentam fugir à responsabilidade — a própria e a de todos os camaradas envolvidos na façanha. Carlos Humberto chega ao ponto de corrigir de 12 para 10 minutos o atraso, o qual disse ter esta origem:

Mas as pessoas atrasaram-se um bocadinho, porque, quando chegou o momento de clicar, as primeiras tentativas não entraram, talvez porque estivessem a entrar algumas ao mesmo tempo. Quando se conseguiu, passavam dez minutos.

Que maluco, e que riso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.