3 thoughts on “Malhar na pulhice, imperativo patriótico”

  1. Vê-se a desintegração económica, política e moral (usando o vocabulário marxista, a desintegração da infraestrutura e da superestrutura da sociedade brasileira), do qual poderá resultar uma tirania e/ou um banho de sangue. Mas o mesmo processo de desintegração se passa em países ocidentais, como os Estados Unidos, Reino Unido e a própria Alemanha, mais a França, as capitais da superestrutura cultural do capitalismo — o iluminismo e o positivismo — mas que hoje são, culturalmente falando, uma (grotesca) caricatura do que já foram.

    Só que, nestes casos destes países ditos desenvolvidos, os danos na infraestrutura são invisíveis, pois são mascarados pelo influxo de capitais de países ditos subdesenvolvidos, sendo que uma parte apreciável desse influxo de capital corresponde à lavagem de mais-valias de actividades ilegais. Porém, o grosso da coluna são juros da usura financeira e fraudes contabilísticas em empresas deslocalizadas; um truque muito usado para fazer aparecer mais-valias produzidas no terceiro-mundo como algo produzido na casa-mãe, que envolve taxas de franchising, taxas de consultoria, direitos de patentes, etc.

    A fraude é generalizada, mas na TV só se fala dos crimes da arraia-miúda e de alguns líderes mediáticos, mas sem poder real. Porque pagaram a sua ascensão deixando que eles próprios, ou o financiamento do seu partido, fossem corrompidos por dinheiro ou pela fama.

    Enquanto isso, neste blog só se liga ao “caso Sócrates”, um caso com muitas semelhanças com o de Lula da Silva visto que, ao sistema não interessa que se conheçam as verdadeira causas: um sistema económico eivado de contradições e em visível decomposição, mas que tenta, por todos os meios, iludir o povo e esconder dele a realidade.

    Abram os olhos! A tempestade aproxima-se…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.