11 thoughts on “Maldita independência”

  1. C. Ronaldo, ruim, cara?
    ‘ cê, não lê A Bola, não?
    ‘ cê não vê votação no cara, não?
    Ora…
    Ruim e burro era Scolari (fiquei acordado até agora para escrever isto) n’é seu Valupi… o burro era ele.
    Viva Queiroz (Queirós para A Bola)…
    Nóis por cá, tudo jóia, bebendo caipirinha, dançando forró, sorrindo, sorrindo muito.
    Sorriso de lagarto, diz compadre Ubaldo.
    (‘cê, também, sorri como lagarto n’é Valupi? Triste por ter esnobado Scolari…)

  2. Valupi, obrigado pelo espaço aberto para a minha frase!!

    Mas…não queria que tivesse cara de ofensa nem nada…
    Agora, vamos ponderar algumas coisas:
    – O Brasil fazia tempo que não jogava bem, eu assumo que o time lusitano fez um ano melhor que o nosso.
    – Scolari nunca perdeu de 6 para o Brasil neh…
    – O “arqueiro” de Portugal é ruinzinho tbm ein…
    – C.Ronaldo vai ganhar o título de melhor jogador do mundo. Isso para nós brasileiros é igual a nada. O que vale são as CINCO estrelas.
    – C.Ronaldo, para ser uma estrela, falta uma coisa que ele não teve contra o Brasil ontem. Humildade. Nunca ví um jogador se achar tanto quanto esse cara. Além de cortar a bola sempre para o MESMO lado do campo. A falta de esportividade de um “jogador da FIFA” me surpreendeu. Feio os 6×2…mas não saber perder é pior não!?

  3. Valvassora, nós é que te agradecemos. Ainda bem que o Brasil ganhou, e ainda bem que foi por 6 a 2 – ou seja, ainda bem que jogaram e algo aconteceu. Só tenho pena da comunidade portuguesa aí nas Terras de Vera Cruz porque vão ter de comer e calar. Mas é essa, também, a beleza do futebol/desporto, faz-nos pertencer uns aos outros.

  4. Valupi, se és tão belo tudo isso…acho que não entendi o título que destes à esse post em que comentamos… “Maldita Independência”.
    O implícito não se fez luz desse lado do oceano…
    …mas enfim…
    …Concordo, também, com a beleza desses confrontos.

    Abraços…

  5. Primorum mildium pardalorum est – latim coimbrão de estaca e que gostaria de ver aplicado na íntegra.

    Parabéns Brasil, que ganhou decentemente e gostosamente, mas pegar nas ‘minina’ e botar elas a gritar Ronaldinho e dar suspiro, não tá bom não… isso é golpr ruim, virou a cabeça do coitado que já não acertava em nada. Os outros, me desculpa, mas tão cansado de ser tão bom, que até dá moleza…

    Humildade é precisa.

  6. Valvassora, o título é irónico. Brincava com a independência pois se, por hipótese ou absurdo, tal não tivesse acontecido, e o Brasil ainda fosse de Portugal, este resultado não teria acontecido.

    Abraço atlântico

  7. Aqui foi um empregado que solícito ia informando do massacre. A gente estava a comer no restaurante do hotel depois de um dia de sessões intensas… e o tema era a mestiçagem. E o burro sou eu???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.