Lendas do Cavaquistão

Naquele tempo, apareceu um Presidente que usou um jornal para lançar anonimamente uma suspeição destinada a influenciar as eleições legislativas. Então, um outro jornal contou a verdade a respeito das mentiras que o primeiro jornal ia publicando. Aqueles que apoiavam a Política de Verdade começaram logo a protestar contra a descoberta das suas mentiras. E o povo ficava estupefacto com a sabedoria do Presidente.

8 thoughts on “Lendas do Cavaquistão”

  1. Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
    «A quem hei-de comparar os homens desta geração?
    Com quem se parecem?
    São como as crianças, que, sentadas na praça,
    falam umas com as outras, dizendo:
    ‘Tocámos flauta para vós e não dançastes,
    entoámos lamentações e não chorastes’.

    EVANGELHO Lc 7, 31-35

    Nesta morada “dança-se e chora-se”. Obrigado Valupi.

  2. Curioso é ver como o modus operandi da canalha é o mesmo, em Abril de 2008 e Agosto de 2009.
    Em Abril do ano passado a preocupação em proteger Cavaco Silva era tanta que o plano previa que a história viesse a publico a partir da Madeira, para que as suspeitas caissem sobre o pessoal do Alberto João. Em Agosto deste ano a preocupação em proteger Cavaco mantém-se, de tal modo que a notícia do (WC) Público sai em plenas férias do “presidente”, de modo a que este se pudesse esconder por detrás do biombo das férias e de que nesse periodo não faria declarações políticas, tal como tinha afirmado quando iniciou as ditas férias.
    Este modus operandi, mandar outros fazer o trabalho sujo, remetendo as suspeitas para bem longe (Madeira) ou enquanto se retira para um silencioso período de férias, faz-me lembrar aquela cena de O Padrinho, em que os capangas cometem vários assassinatos a mando do Dom enquanto este assiste muito placida e publicamente a um espectaculo de ópera, não podendo por isso ser acusado da autoria dos crimes. Como se vê a máfia é igual em todo o lado.
    De qq modo esta história não lhes está a correr bem. Por estes dias o Palácio de Belém parece um esgoto a céu aberto e aquilo que por lá anda à tona irá inevitavelmente decompor-se, só falta saber se mais depressa ou mais devagar.

  3. alguém sabe por onde andam os conselheiros de estado?
    não se consegue ouvir opiniões em lado nenhum. parece que está tudo com asfixia. está muita gente a fazer a cama para se deitar.

    é grave porque já há muitos portugueses dispostos a não se calarem até às eleições. depois não digam que foi uma surpresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.