Lembretes

– Paulo Rangel ainda não teve uma única ideia que valha a pena ouvir, quanto mais discutir. Quando debateu com Vital mano-a-mano, na SIC, o que se viu foi um sabotador que seguiu os códigos das pelejas parlamentares e para lamentar. O resultado foi repugnante. Logo depois, vai à Assembleia mostrar que o 25 de Abril vale menos do que a baixa política. No que diz respeito ao seu calibre de estadista, estamos conversados.

– O BE cresce não devido ao apelo das suas propostas ou à confiança nos seus responsáveis, mas como íman dos votos de protesto. Isso faz do BE um partido condenado a um insolúvel dilema: se ficar refém de uma atitude apenas e só opositora, vai defraudar a sua base de apoio; se vier a ser Governo, vai defraudar a sua base de apoio.

– Se amanhã o CDS fechasse as portas e nunca mais enviasse um comunicado à imprensa, passariam 10 anos antes de alguém dar por isso.

– A propósito da entrevista a Sócrates, voltou o estafado epíteto da arrogância no refugo das críticas. É um fenómeno risível. Porque aquilo que se considera ser arrogante em Sócrates é, afinal, um acto de humildade: consiste na entrega apaixonada ao confronto político. O homem chega a parecer juvenil, de tanto entusiasmo. Alguns portugueses, nados e criados no cinismo e mesuras hipócritas dos governantes, reclamam por não estarem habituados à autenticidade.

– Emídio Rangel é um bravo. Dava 1 euro para ter assistido ao Moniz a ler isto.

– Jesualdo vai ser tricampeão. O Benfica até a mim me deixa doente. E o Paulo Bento prestaria um melhor serviço à Humanidade se deixasse de protestar contra os árbitros e desatasse a protestar contra si. Quando é que começa a próxima época?

– 2009 já só tem 8 meses para dar cabo desta merda toda.

19 thoughts on “Lembretes”

  1. Pois é assim vai a nossa politica doméstica.

    Dum lado o Paulo Rangel, do outro o tremendo e irritante erro de casting chamado vital moreira, até a voz do homem é agonizante, imagino o que terão penado os seu alunos. Não estou a ver o que um vazio de ideias pode ter ensinado a quem quer que seja.

    Enfim, resta-nos o refugio Miguel Portas já que a Ilda continua no registo de há 10 anos.

    Quanto a rangel, o outros o que tomou de “assalto” a tsf, bom, pouco a dizer! Já agora é bravo porquê, porque escreve aquilo que queres ler o por ter tido algum acto de bravura?

    Cá para mim só tens razão relativamente ao Paulo Bento e ao Benfica.

    Quanto ao resto, larga o vinho!

  2. «Paulo Rangel ainda não teve uma única ideia que valha a pena ouvir, quanto mais discutir. Quando debateu com Vital mano-a-mano, na SIC, o que se viu foi um sabotador que seguiu os códigos das pelejas parlamentares e para lamentar. O resultado foi repugnante.»

    Se tivesse sido Vital Moreira a “vencer” Paulo Rangel da mesma forma, por aqui gritava-se vitória. Como não foi, passa a ser repugnante.

  3. Ana Paula, daqui vai uma vénia na tua direcção.
    __

    Ibn, sim, o Vital tem uma voz irritante. Mas, depois, percebe-se que irritante é a incapacidade dos seus adversários para discutirem ao seu nível.
    __

    fcr, Rangel venceu Vital? Em quê? Rangel pura e simplesmente fugiu ao debate, foi como um pugilista que nunca se chegou ao pé do adversário e passou o tempo todo a correr para o lado numa gritaria.

  4. Assim não vale! A frontalidade de Sócrates de que aprecio, já não vale para o treinador do meu Sporting? E esta?

  5. Vale, pois, tem é de ser dirigida para ele próprio. É só isso, porque ser frontal é ser leão (mesmo no caso de um lampião, como o Bento).

  6. Bento, lampião? Conta, conta. Mas vê lá se ele te processa.

    O Emídio Rangel dá cabo do Moniz. Eu dava cinco euros para ver o focinho do rapaz. Mas agora quero saber mais sobre as acusações “falsas” a Moniz, sobre as suas ligações a Joaquim Oliveira e sobre a utilização da RTP para fins comerciais ilícitos, etc.

  7. Gostei especialmente daquela frase assassina de Emídio Rangel:

    “…o que, todos sabemos, é uma grande mentira”.

    A diferença é que o Moniz insinua, emporcalha, e no fim nem sequer diz que é tudo “uma grande mentira”.

  8. Joaquim Oliveira fundou a Olivedesportos em 1984 e detém hoje (através de várias holdings como a Controlinveste, a Sportinveste, a Global Notícias, a Jornalinveste, a PPTV, etc) o DN, o JN, a TSF, o 24 Horas, o Açoriano Oriental, o DN da Madeira, O Jogo, a Lusomundo, vários outros jornais e revistas, empresas gráficas e de publicidade, a agência de viagens Cosmos, 50% da Sport TV (participação que lhe foi vendida pelo governo Barroso em 2004) e participações na VASP e na Lusa.
    A Controlinveste deve 300 milhões de euros ao BCP, mas vai poder amortizá-los só a partir de 2012. Quer entrar na televisão generalista, mas a coisa ainda não se pôde concretizar. Que pena. Talvez a Manela facilite…

  9. O Oliveirinha mais velho é um piqueno de sucesso. Enormíssimo sucesso.Em Saltillo, 1986, andava a colar cartazes. Com uma mão na frente e outra nas traseiras (dito)… cartaz. Tem o hábito de mesmo quando instado não falar. Pela boca morre o peixe – o próprio e/ou os capangas – digo eu.

  10. Está a ser engraçada esta nova fase da política nacional: travessuras, queixinhas e desculpas. Para além de divertida é sem dúvida muito higiénica.

    Se uns se queixam de pressões, outros vá de apupos e empurrões. Se uns se excedem na utilização de imagens impróprias, outros abusam de bloco central. No fim, vá de desculpas e… próximo!

  11. Sem dúvida que o muito falado erro de casting é evidente é na oposição.

    A Ferreira Leite seria a candidata perfeita às europeias: só sabe falar outras línguas e precisa sempre de tradutores. Pelo contrário, o Paulinho Rangel é nítido que prefere a política nacional.

    Mudem lá isso. Mandem a Manuela para Bruxelas porque assim como assim já ninguém a ouve e deixem o Paulinho na Assembleia porque há muito quem pense que o senhor tem estilo.

    E aposto que o tio Barão Duroso ia gostar de a ter por lá.

  12. Nik, de facto, não sei se Bento é lampião, mas suspeito. O que sei é que ele daria um excelente treinador do Benfica. Para o Sporting, gostava de ter treinadores de outro estilo, que não berrassem, que não andassem sempre a dizer caralhadas durante o jogo, que não se queixassem dos árbitros e que tivessem a descontracção natural daquele bêbado do Malcolm Allison.
    __

    Ibn, alguém te convenceu que tenho de ser eu a explicar a realidade que te baralha os neurónios, mas quem o fez enganou-te.
    __

    tra.quinas, realmente é bizarra essa ideia de mandarem o Rangel para Bruxelas, logo quando ele estava a agradar ao partido como chefe de bancada.

  13. Valupi

    Pois, é estou baralhado e contava com a tua ajuda, pelos vistos em vão.

    Já nos habituámos as tuas atoardas sem qualquer substrato. A tua técnica é primária, arranjas uns adjectivos que encaixam bem no texto. Contudo, não consegues justificar um que seja.

    Prova o contrário fazendo o seguinte, demonstra um raciocínio do vitalis e a bravura do rangel. O “assalto” à TSF não conta!

    Larga o vinho pá

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.