Lelé da cuca

A ser verdade o que esta notícia relata (e é), Ferreira Leite não tem condições psicológicas, ou cognitivas, para ser Presidente do PSD, nem voltar a fazer parte de um alto cargo no Estado. Repare-se:

Fico até sensibilizada com esse facto, nunca vi em relação a nenhum outro partido tanto escrutínio em relação às listas, eu fico orgulhosa com isso, significa que o PSD neste momento é uma verdadeira alternativa.

Isto é apenas o aquecimento, estamos perante uma reacção tipicamente infantil, de escola primária. A senhora tem o partido dilacerado, a ferro e fogo, em guerra civil, com passarões como Marcelo a dizer que há merda da grossa, e ela consegue fazer uma imitação muito credível de um estado esquizóide. Mas ainda não é matéria clínica. Isso vem a seguir:

Os problemas nacionais são os que devem interessar a todos os portugueses, e eu pergunto: Já nos esquecemos que não temos resposta para a questão do Eurojust? Como está essa questão? Como está o facto de termos uma pessoa que está a representar mal Portugal, que está a humilhar as instituições internacionais, que está acusada de uma forma grave de manipular o sistema de Justiça?

Vamos esquecer a chocante pulhice de ir buscar o caso Lopes da Mota para fugir ao inquérito sobre as listas do PSD, vamos até fingir que não reparamos na sordidez assim inconscientemente revelada, e agarremos na construção pessoa que está acusada de uma forma grave de manipular o sistema de Justiça. Esta pessoa é Lopes da Mota, segundo Manuela Ferreira Leite. A que acusação se refere ela, tendo em conta que o processo disciplinar não está concluído? E que conhecimento tem do processo para o descrever como grave manipulação da Justiça? Ferreira Leite não se lembrou, ou não sabe, que Lopes da Mota já negou publicamente as alegadas pressões, por um lado, e que o seu advogado pediu que o processo fosse tornado público para que se possa dar o justo valor às fugas de informações cujo propósito foi o de julgar Lopes da Mota na imprensa, por outro lado. Esta atitude não parece conforme a uma posição culpada, e relaciona-se directamente, a contrario, com o clímax que estava quase a chegar:

A presidente social-democrata notou que Preto “não está acusado de nada no exercício de funções públicas” e que “as leis que falam sobre a matéria são todas exclusivamente relacionadas com actos que alguém tenha praticado no exercício de funções públicas”.

“Não é o caso, são casos de natureza privada sobre os quais eu não tenho que me pronunciar, tenho apenas que esperar aquilo que legitimamente todos devem esperar que é a decisão da Justiça, eu não tenho o direito de me antecipar dando eu a minha própria sentença”, advogou.

O que ela diz de Preto, esse sim acusado e com julgamento marcado, é delirante. A distinção entre funções públicas e natureza privada fica como a mais espectacular exibição de falta de ética que a memória colectiva regista a este nível de responsabilidade política. É impossível esperar qualquer seriedade deste indivíduo, de seu nome Manuela Ferreira Leite, depois de branquear um Preto que tem a moral tão densamente coberta de gesso que não existe possibilidade de a vislumbrar. Se isto é a política de verdade que tem tido o alto patrocínio do Presidente da República, a direita bateu no fundo e continuou a cair.

Sim, é tal e qual como diz a Manela:

Sobre isso calámo-nos todos, eu estou à espera da resposta e espero que os portugueses também estejam porque isto é que são as questões nacionais, vamos pôr as coisas no verdadeiro ponto em que devem estar (…) é isto que vai estar em causa nas próximas eleições.

O que vai estar em causa nas próximas eleições, leia-se: a pulhice desbragada que ataca à direita e à esquerda, que culpa pessoas com processos judiciais a decorrer. E ainda piores são aqueles que nem sequer esperam pela Justiça, enchem logo a boca a culpar Sócrates, que de nada é sequer arguido, só pelo que engoliram na porqueira. Que filhos da puta.

9 thoughts on “Lelé da cuca”

  1. Olhe para esta sua frase: “O que vai estar em causa nas próximas eleições, leia-se: a pulhice desbragada que ataca à direita e à esquerda, que culpa pessoas com processos judiciais a decorrer. E ainda piores são aqueles que nem sequer esperam pela Justiça (…). Que filhos da puta.”

    Com processos judiciais a correr? Como é o caso de António Preto, não é?

    Também acho uma filha de putice do pior.

    (Sim, tirei a sua referencia a Sócrates porque é obvio que ninguém o constitui arguido nesta fase do campeonato. Seria mais uma cabala.)

  2. coitada da senhora, só espero que saia bem derrotada e possa ir descansar. Já agora aposto como há-de ter estado metida em histórias menos escorreitas, aquilo da venda da dívida fiscal ao Citigroup e sei lá que mais – mas não há ninguém com coragem para levantar isso?

    É preciso conhecer os factos e eu não conheço direito, só ouvi bocas que foi tão mau negócio que nem dá para contar, aliás ela tem todo o ar de que só se move bem dentro de segredos, de Estado de preferência, mas talvez uma nikada viesse a calhar.

  3. Ainda ninguém entendeu que a bruxa está a jogar para nulos. Faz lambrar a candidatura de Soares quando Alegre corria o risco de vir a ser presidente. Cada vez xafurdamos mais na porcaria!
    Paus-mandados! Resta saber de aonde vêm as ordens para que tudo isto seja assim.

  4. O PSD está especializado em manobras de distracção.

    E a senhora conseguiu dizer isto tudo sem ter que voltar atrás para se emendar. Mas prescindir do intérprete é que não consegue.

    Está visto, num hipotético futuro programa do PSD podemos contar com uma aposta forte no pessoal das letras ;-)

    Gostei sobretudo do “vamos pôr as coisas no verdadeiro ponto em que devem estar”. Temos mais um chefe de pastelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.