14 thoughts on “Isto é muito bom”

  1. Eheheh, onze horitas e niente?! Ninguém dos desmiolados te liga, Valupi?

    28 MAIO 2017 ÀS 1:58
    28 DE MAIO DE 2017 ÀS 00:55

  2. aeiou
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 0:55
    O seu comentário aguarda moderação.

    Eheheheheheh, onze horitas e dois minutinhos e niente?! Ninguém dos desmiolados te liga, Valupi?

    28 MAIO 2017 ÀS 1:58
    29 (e não 28!) DE MAIO DE 2017 ÀS 00:55

  3. ai que riso! :-) O roubar um banco, pelos vistos, só faz arrotar e peidar. com um bocadinho de jeito ainda faz bem ao aquecimento global e será forte concorrência à reestruturação do sistema da ONU.

  4. Ó Valupi, o título do post está errado:

    – “Isto é muito mau”, em homenagem a ti, à Penélope e aos tipos desmiolados do Aspirina B.

  5. Lista dos paises onde é possivel um jornalista escrever um artigo engraçudo, contando com a total ignorância dos leitores quanto à diferença que existe entre uma “burla” e um “furto” (ou um “roubo”) :

    1. Portugal
    2.Estado Livre de Fiume (ultimos dados : 1924)
    3. ?

    Boas

  6. O jornalista não só sabe a diferença entre a “burla” e um “furto” como também sabe qual é a diferença entre o “furto” e o “roubo”

    Abraços

    Carlos Rodrigues Lima

  7. Obrigado pela resposta e pelo sentido de humor. Repare que a minha critica não é essa. Não duvido que v. conheça a diferença, digo apenas que o artigo foi escrito assumindo que os leitores não a conhecem, ou que desconhecem que é perfeitamente possivel roubar um banco e obter chocolate (ou queijos) por burla…

    Boas

  8. aeiou
    28 DE MAIO DE 2017 ÀS 16:47
    O seu comentário aguarda moderação.

    Da Série “Quadrilha dos Irmãos Metralha”, sai uma piadinha do ignoto chamado Carlos Rodrigues Lima (que escreveu uma obra-prima sobre a maçonaria, mas que é uma personagem digamos que vacilante).
    http://expresso.sapo.pt/actualidade/namorada-do-primeiro-ministro-defende-o=f508178
    aeiou
    28 DE MAIO DE 2017 ÀS 18:09
    O seu comentário aguarda moderação.

    Valupi, ganha vergonha nessa tola.
    aeiou
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 0:55
    O seu comentário aguarda moderação.

    Eheheh, onze horitas e niente?! Ninguém dos desmiolados te liga, Valupi?

    28 MAIO 2017 ÀS 1:58
    28 DE MAIO DE 2017 ÀS 00:55
    aeiou
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 0:57
    O seu comentário aguarda moderação.

    aeiou
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 0:55
    O seu comentário aguarda moderação.

    Eheheheheheh, onze horitas e dois minutinhos e niente?! Ninguém dos desmiolados te liga, Valupi?

    28 MAIO 2017 ÀS 1:58
    29 (e não 28!) DE MAIO DE 2017 ÀS 00:55

    joão viegas
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 15:04
    Lista dos paises onde é possivel um jornalista escrever um artigo engraçudo, contando com a total ignorância dos leitores quanto à diferença que existe entre uma “burla” e um “furto” (ou um “roubo”) :

    1. Portugal
    2.Estado Livre de Fiume (ultimos dados : 1924)
    3. ?

    Boas
    Carlos
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 17:28
    O jornalista não só sabe a diferença entre a “burla” e um “furto” como também sabe qual é a diferença entre o “furto” e o “roubo”

    Abraços

    Carlos Rodrigues Lima
    aeiou
    29 DE MAIO DE 2017 ÀS 17:36
    O seu comentário aguarda moderação.

    Eheheh, isto está cada vez pior.

    ______

    Ó Valupi, queria eu dizer com o “isto está cada vez pior” que o mesmo se aplica à resposta esfarrafada do Carlos Rodrigues Lima depois de ser um pouquinho apertado pelo Viegas. Assim está explicado, tcha-tcha-tcha.

    Nota, canina (pequenina mas que vai para além de um tripé). Não tenho aqui umas bolachinhas para te dar, mas permanece aí de sentinela como um cão de guarda até à hora de as pessoas se irem deitar que, para mim pelo menos, isto resulta sempre numa risada só de imaginar.

  9. Meu caro,

    Por aqui, tudo é possível ;). E não se trata d uma notícia. Se assim fosse, explicaria a diferença . É apenas mais uma tentativa de crónica para a rubrica “Em nome do povo”

    Abracos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.