Good food for good thought

When the current financial crisis hit, the failure of traditional economic doctrines to provide any sort of early warning shocked not only financial experts worldwide, but also governments and the general public, and we all began to question the effectiveness and validity of those doctrines.

A research team based in Israel decided to investigate what went awry, searching for order in an apparently random system. They report their findings in the American Institute of Physics’ journal AIP Advances.

“To a non-economist, economic theories seem decoupled from human reality. The fundamental assumption is that investments are made rationally. But investors can behave irrationally—driven largely by greed and fear, and other human factors,” explains Ben-Jacob. “It’s also odd that many mathematical analyses, such as the design of investment portfolios, assume no memory. It’s assumed that stock prices behave with no apparent temporal order. Yet investors, including professional traders, take into account past behavior and are particularly influenced by the variation in prices or the volatility associated with the fear index.”

Ordered Fear Plays a Strong Role in Market Chaos

2 thoughts on “Good food for good thought”

  1. o medo. é o medo, da puta da humanidade, que bloqueia tudo. parece paradoxal mas não é – a ambição, a ganância, a sede de poder e de riqueza são movidas pelo medo e o efeito é precisamente o contrário do que o move. há uma teoria, de Gurdjieff para os seus discípulos, e minha porque também gosto dela, que diz que encontrada a característica dominante, tudo está a ela ligada. e é verdade – remendar ou tapar ou ignorar o medo é estar a alimentá-lo. é preciso fazer touradas ao medo e abrir-lhe as portas como se faz a um convidado; é preciso que ele se instale e se sinta bem para depois sair por onde entrou: e, no caso do medo, nunca mais voltar. e isto serve para tudo na vida – até para as crises financeiras.:-)

  2. Um economista é mais ou menos um “expert” que como anda por aí escrito nos blogs saberá hoje que tudo foi diferente do que previu ontem, e sabe que será precisamente o contrário do que disse hoje que se passará amanhã.
    Ainda não percebi para que servem os economistas a não ser para serem professores dessa mesma economia, que no fim é só para passar tempo pois não serve para nada e mandarem uns bitates na TV armando-se em grandes conhecedores do futuro.
    Se repararem se estiverem três economistas a debater um assunto cada um tem uma teoria diferente e no final o que irá acontecer é precisamente diferente do que os três estiveram a dizer. Eu se fosse economista estaria caladinho iria ganhando a vida passando pelos pingos da chuva e talvez no final escrevesse um livro onde escarrapacharia a minha teoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.