Factos e curiosidades sobre Manuela Ferreira Leite

Manuela Ferreira Leite irá ficar na memória colectiva como uma figura absolutamente exemplar e irrepetível. Não há, nem haverá, outro político que alcance feitos sobre-humanos como os já registados:

– Provou que Menezes podia ser ultrapassado tanto na quantidade como no tamanho dos disparates. Alguns especialistas em ciências cognitivas consideram que estamos perante alguma coisa só comparável ao que seria conseguir ultrapassar a velocidade da luz com meio depósito de gasóleo.

– É o primeiro líder partidário que não está no Governo, não está no Parlamento e não está na oposição. Na verdade, ninguém sabe onde foi parar, a começar pelos militantes do partido. O desespero tem dado lugar a bizarros comportamentos, vendo-se pessoas a gritarem pelo seu nome em vãos de escadas, outros a virarem calhaus com restos de material de campanha do Marques Mendes e ainda alguns passeando-se na Baixa pombalina, durante o dia, com lamparinas acesas e um olhar perscrutante e angustiado. Entretanto, surgiu uma teoria na Internet que relaciona o desaparecimento da senhora com a Física e a Teoria das Cordas, a qual pressupõe um universo com 11 dimensões. A tese admite que a Manela possa estar refugiada numa dessas dimensões extra, o que também ajudaria a explicar o desconcertante fenómeno de ainda ninguém conhecer as propostas do PSD. É que nesta arquitectura da realidade haverá dimensões que nos são invisíveis e inacessíveis. Calhando estar guardado nalguma dessas dimensões o programa, ou que fosse só o esboço do programa, ou mesmo uma vaga ideia do rascunho do esboço do programa, mesmo assim seria sempre inglório pois não lhe poderíamos chegar. Uma votação online, a decorrer só entre prestigiadas universidades, vê no desaparecimento de Ferreira Leite um importante sinal de que o Universo é muito mais espaçoso do que se pensa.

– Preside a um partido que acabou 3 meses depois dela ter vencido as eleições. Desde 7 de Setembro que o PSD não existe. É um partido onde os deputados não aparecem nas votações, onde um dos militantes humilha o Presidente da República e a Constituição sem ouvir um único reparo dos dirigentes nacionais, onde o mesmo militante ameaça fundar outro partido, onde coabitam figuras mais do que sinistras como Valentim e Dias Loureiro, onde o melhor candidato para a Câmara de Lisboa foi reconhecido pela actual Presidente como sendo um dos piores candidatos para o PSD e para o Governo, onde o presidente cessante é o maior adversário da actual direcção, onde o ideólogo Pacheco só pensa em destruir os Magalhães e a redacção do Jornal da Tarde na RTP, onde António Sampaio e Mello se demitiu do Gabinete de Estudos do PSD por ninguém lhe ligar pevide e ainda foi brindado com um chorrilho de mentiras à saída por parte de gente muito graúda da casa, onde as sondagens ameaçam um cenário em que o PSD fique abaixo dos 20%, onde o cavaquismo finalmente se revelou no seu esplendor enquanto sociedade lusa dos mais desvairados negócios.

– Como ninguém se lembrou de avisar a Manela de que o partido já tinha fechado as portas, ela aceitou participar na entrevista deste dia 15. Tratou-se de uma entrevista fantasma, assombrada pelo delírio eleitoral, por isso nada do que disse é tangível. O espectro atravessou as paredes da lógica, da responsabilidade e da sensatez, arrastando correntes e guizos, mas só as crianças se assustaram, entre dois bocejos.

– Com a Manela e o PSD cai um Portugal salazarento, corporativo, apolítico. A propalada vocação para o poder, para o governo, para a gestão, que fez o mito do cavaquismo, era um completo bluff. Esta gente é vulgar de Lineu, ignara e bruta, não ambiciona mais do que o bandulho cheio para si e para os seus. Por isso não aparecem alternativas e quadros de qualidade, pois nunca foi essa a cultura do PSD depois de Sá Carneiro. O que se tem premiado é a falta de escrúpulos, a vulgaridade concupiscente. E deu nisto: Barroso, Santana, Mendes, Menezes, Ferreira Leite. Quem se segue no ciclo da demência, o Bota?

39 thoughts on “Factos e curiosidades sobre Manuela Ferreira Leite”

  1. O Bota seria um excelente candidato. Mas também têm o Macário, o Patinha, o Preto, a Lopes da Costa. E o eterno Santana.

  2. és como um laser, a avó do deficit levou um baile que até fez sapateado,

    é a maldição das jóias da coroa, ainda por cima foi em ano capicua, a senhora é mesmo ignorante foi mexer em assuntos sagrados, e ainda me ardem as costas com os fogos de 2003,

    entretanto também já estou farto da crise, faz-se crise com a crise, tudo bem mas na catástrofe borboleta há três patamares de equílbrios estáveis, vou oferecer isso ao Obama, feito gato, não é cão, e ainda há isto,

    a história de que a moeda má expulsa a boa, mas eu fui estudar isso e é porque as pessoas tendem a guardar a boa em casa e livrar-se da má, tocaa a meter a boa em circulação, aliás na blogosfera é o que está a acontecer

  3. mr Obama, this is for you,

    I am not a dog, I am a cat,

    black angel, massive attack, remember?

    the cusp catastrophe is over now, we got into the butterfly catastrophe, the key factor is t, and we must have t<0 to allow for the existence of three layers of stable regime, t is frequently said to be time, but since time is money in the mind of most people, t is the interest rate. I know you have been acting on this but you must see it on the butterfly diagram, CT, Saunders, 1980, Cambridge University Press, pag 54. There are three cusps, and in the middle you got the pocket. There you have the possibility of a middle way, the third included, and the extremes. Your smile values aleph go ahead.

  4. Valupi, onde aparece outra vez o 11 é na lista das ‘catástrofes’ com 5 parâmetros. São 11 precisamente quando o número de parâmetros é 5. A lista de Thom foi feita para 4 parâmtros e uma ou duas variáveis-resposta e deu 7, o número perfeito de Pitagoras. Mas depois generalizou-se para 5 parâmetros e deu 11. Para 6 já dá infinito, portanto há um salto qualitativo.

    ‘Catástrofes’ é um exagero, são Formas, que beleza, mais geralmente o tema chama-se morfogénese, baseado no legado de Turing, e tanto dá para ir abaixo, associado a catástrofe no sentido corrente, como para ir acima, e na borboleta ainda tem o regime do meio,

    depois vem a vaga…

  5. Constatou-se já que a Manela nos últimos tempos ainda não foi vista juntamente com Cavaco. Certos observadores admitem, por isso, a hipótese de o PSD ser presentemente dirigido pelo próprio PR travestido.

  6. «(…) aconteceu algo muito grave: um jornalista de uma agência pública deslocou-se a Espanha – o que significa que foi lá pago por nós. Os nossos impostos é que pagaram essa deslocação. O que foi ele lá fazer? Foi falar com os socialistas espanhóis para lhes dizer que tinha havido alguém, neste caso eu, que tinha afirmado que com o nosso governo suspenderíamos de imediato essa decisão», afirmou a líder do PSD.«O desespero que significa haver um Governo que, perante uma afirmação feita pela oposição, vai fazer queixinhas aos socialistas espanhóis. Se o engenheiro José Sócrates pensa que o PSD tem medo dos socialistas espanhóis está muito enganado», acrescentou.
    Ferreira Leite questionou ainda se «será possível que o engenheiro José Sócrates não tenha o sentido de Estado suficiente para que um assunto que é verdadeiramente nosso tenha de ser discutido com os socialistas espanhóis(…)».

    Rest my case. Afinal Menezes tem uma alma gémea e ainda por cima colega de partido.
    Por muito rigor e seriedade que a imagem carrancuda possa sugerir, a Sra é pura e simplesmente uma tolinha em termos de politica.

  7. Eu penso que a magnifica senhora
    é o máximo…

    e tenho divulgado por varios blogs
    minha tese
    que devemos,
    TODOS NÓS,

    ajudá- la a ir até próximas legislativas
    em junho
    ou em outubro
    a ter seu debate co JS

  8. meu comentario anterior foi enviado antes de tempo…
    sorry…

    dizia

    que deveriamos ajudar magnifica senhora
    a ir ate ás legislativas

    em junho ou em outubro
    quando venerando presidente
    seu tutor
    tal decidir decidir…

    ainda e mesmo que

    contra os putchistas internos do PPD

    a tentam, intentam, destronar…

    a senhora é uma luz
    para a Iberia
    com seus zag zigs sobre o TGV

    internamente idem
    sobre orçamento,
    emprego, impostos,
    investimentos

    no PPD não tem ideias
    raramente acerta, nalgo ou em alguém…

    (escusam de atirar sapatos,,,)

    está lindissima no seu novo look…

    eu declaro-me fã
    de sua senhoria
    da sua imensa clarividência,
    notória seriedade
    elevado sentido do ridiculo

    deixem-me gritar:
    Manela ao poder
    JÀÀÀÀ!!!!!

    Abraço

  9. Podiamos criar uma para os nossos inspirados no exito

    Josesito
    Já te tenho dito
    Que não é bonito
    Andares-me a enganar
    Chora agora, Josesito chora
    Que me vou embora
    Pra não mais voltar(votar)

    Dedicada aos Josesitos e Josesitas da nossa praça politica

  10. José Sócrates Pinto de Sousa irá ficar na memória colectiva como uma figura trapaceira que fez uma licenciatura por fax com um professor amigo que leccionou uma carrada de cadeiras.

  11. Estranha forma de esconder que o governo mais populista da história portuguesa e respectivo guru – José Pinto de Sousa!

    O que dizer de José Pinto de Sousa que todos os anos anuncia aquilo que já foi anunciado (ex: 100 milhões de euros em Jardins de Infância)?

    O que dizer de José Pinto de Sousa que anunciou a construção de um bloco de células estaminais que já foi construído há cerca de dois anos?

    O que dizer de José Pinto de Sousa que em 4 meses anunciou que Portugal iria resistir à crise financeira, que talvez acompanhasse a União Europeia e que finalmente anuncia a crise?

    O que dizer de José Pinto de Sousa que depois de demitir o Ministro da Saúde elogia o seu trabalho?

    O que dizer de José Pinto de Sousa que distribui computadores a todas as criancinhas de Portugal e da Venezuela depois de criticar a distribuição de electrodomésticos do Major Valentim à população de Gondomar?

    Mas aqui para o “substantivo” Valupi, as questões aqui expostas são apenas “de substância diferente”!

    Qual será a diferença entre as vacuidades de Valupi e as de José Pinto de Sousa? Ou utilizando as “sábias” palavras de Valupi qual será a diferença entre a “substância” de José Pinto de Sousa e a de Valupi?

    Já agora, Valupi, um conselho: estudar custa, mas compensa!

  12. não percebi este nosso amigo “fartinho”…

    ou não estudou,
    ou então o estudo não compensou…

    escreve uma serie de vacuidades
    baralha-se nelas e com elas…

    expressa confusão em ideias que não entende…
    acontece aos melhores…
    eventual problema de iletracia

    deixe as celulas estaminais, as crises, sei lá mais…

    não são problemas de exclusivo estudo
    e deste, enfim compensar…

    é saber,
    ter senso
    e humildade na analise de pontos de vista…

    mas prontos…

    fique-se pelos seus “estudos”
    siga seus próceres intelectuais
    e seja feliz

    abraço

  13. fartinho: se acha que é a mesma coisa distribuir computadores a crianças (não criancinhas, que não merecem o diminutivo, como você) nas escolas e electrodomésticos numa campanha eleitoral, nunca irá entender a substância do que quer que seja. Em contrapartida, no que se refere a populismo você parece dominar com à vontade as meias verdades e as tiradas demagógicas. MFL iria gostar de o ter ao seu lado.

  14. o aires vem de moto e vuuuuuum,

    mas eu não me posso esquecer das tarefas práticas:

    atribuo poor à Standard&Poor, como aliás não podia deixar de ser, está no nome, e os nomes não mentem já dizia Heraclito, e além destas razões de consistência interna não previu nada desta crise, não vale pêva, vale zero!

    agência de notação desclassificada

    ou pensas que não te topo, burroso?

    braganza curse

  15. Depois de ter lido a substância do contra ataque populista dos defensores do aumento do défice, do aumento da dívida pública, do aumento do desemprego, do aumento das horas de trabalho, da diminuição dos salários, da diminuição das reformas, da diminuição do poder de compra, etc., etc. fiquei com a firme certeza que os socialistas enlouqueceram de vez!

    Meus caros para terem uma breve ideia do que se passa em Portugal, basta lerem o último Boletim do Banco de Portugal disponível na Internet para quem se ser a esse trabalho! Se repararem a dívida pública portuguesa está já muito próxima dos 100% do PIB (70,4% declarada 15% das empresas públicas 11% das parcerias público-privadas).

    Se os meus caros acham que esta situação é normal que posso eu, simples seguidor dos meus “spróceres intelectuais”, fazer para os convencer? Provavelmente nada!

    E, não faço publicidade a um governo populista, dirigista, despesista e estatista! Isso não, como é óbvio!

  16. Jeronimo, o Macário e o Preto também seriam grandiosas continuações para a Leite (azedo), bem lembrado. E outros, pois claro, não faltam candidatos desse calibre.
    __

    Z, se te andas a passear às cavalitas de Turing, vais parar muito longe…
    __

    Nik, estão bem um para o outro, realmente, Ferreira Leite e Cavaco. Que par de jarras.
    __

    aires bustorff, entendo-te bem, mas preferia que o PSD tivesse alguém capaz de fazer oposição, dado que ganharíamos todos. Assim, é uma palhaçada que nada de útil dá à comunidade.
    __

    AChata, deixar de votar é que não! O voto é um dos nossos principais poderes.
    __

    Nostradamus, não é isso que dizem as sondagens. Ou o bom-senso.
    __

    fartinho, é óbvio que desconheces o significado da palavra “populismo”, mas que todos os teus problemas fossem os da ignorância. Não, o teu maior problema é o da informação. Tens a cachimónia cheia de factos, factos a mais para a tua capacidade de processamento, e agora estás à nora com tanta informação dispersa e desconecta. Pois bem, vieste ao sítio certo: vamos ajudar-te.

    Primeiro, tens de apresentar as tuas propostas alternativas. Com tantos erros do Governo, não te será difícil trazeres as milagrosas soluções por que todos ansiamos há gerações. Venham elas, e continuamos a terapia a partir daí.

  17. Como diziam os anarquista numa parede, já há algum tempo:

    “O voto é a arma do povo
    Não votes senão ficas desarmado”

    Estou a brincar (mais ou menos).
    Numa epoca de CRISES temos que rir de vez em quando.
    Para já, estou a rever os filmes dos Monty Python.
    Always look at the bright side of life. (dudu, dudu, dududu)

    Portugal vai controlar a passagem de armas para Israel.
    Médio Oriente
    Portugal impede sobrevoos de aviões com material militar para Israel
    17.01.2009 – 13h46 Lusa

    http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1356479

    É só teorias da conspiração…

  18. não sei não Valupi, mas tenho a sensação de ler um amigo, assassinado, e estar com ele in abstractio,

    eu dou poor à Standard&Poor, ponto final, mas gosto de ler este gajo

  19. e o que é que tu propões de concreto para melhorar a situação?

    Valupi: agora há uma série deles que querem enriquecer, isto é: desviar, à conta da crise

    bem, se a dívida externa ronda os 100% se o dragão deixa de pagar desmorona o euro

    bem melhor foi o nosso filhote Brasil que limpou a dívida externa com o Lula, continuando o Cardoso, o ano passado estava com superavit

    mas já que não somos assim, burroso: o BCE tem que se absorver, isto é limpar parte da dívida esterna dos Estados ou então vem borboleta

    Tratado de Lisboa porra nenhuma, o presidente do BCE tem que poder ser destituído pelo parlamento europeu por falta de confiança política, a Europa é um projecto político, lembra-te do Carlos Magno, as finanças são instrumentais

  20. Caro Valupi, não o conheço de lado nenhum para me tratar por “tu”! Essa descortesia consegue ultrapassar todas as outras que me tem feito até aqui, mas apenas demonstra de forma cabal toda a sua imensa falta de respeito por opiniões contrárias às suas.

    Quanto ao populismo, percebo a dificuldade mas que dizer de um governo que se tem entretido a mentir sistematicamente aos portugueses e que se dedica quase em exclusividade a atiçar portugueses contra portugueses? Acho que na América Latina existem conhecidos “políticos” que praticam este tipo de exorcismo há alguns anos a esta parte…

    Factos:

    – Dívida pública do Estado português: 70,4% declarada mais 15% de dívida pública relativas às empresas públicas mais 11% de dívida pública respeitante às parcerias público-privadas.

    – Por cada dia que passa Portugal (Estado mais empresas mais particulares) aumenta sua dívida externa em 48 milhões de euros, ou seja no final de cada ano a dívida aumenta um pouco mais de 10% do PIB.

    Mas para Valupi, aqueles que se dão ao trabalho de ler, de perguntar a quem de direito, de estudar estes temas e de tirar conclusões pela própria cabeça são… pessoas com “muitos factos mas com pouca capacidade de processamento”.

    E assim vai a nossa capacidade de ouvir os outros!

  21. esses que negociaram essas coisas da dívida, com esses juros, respondam por isso dentro das suas cabeças e habitats, incluindo património e finanças, já

    como é possível não estar a ser denunciado e renegociado isso tudo para ficar em metade, metade sim: lei de Lotka, para não deitarmos isto tudo abaixo? Numa época em que o dinheiro é digital.

    algures no século XVI Portugal e a Espanha deixaram de pagar aos Fugger e estes foram à falência como instituição, mas não como família, Jacob o Velho pode continuar descansado. Os diamantes do casamento de uma das filhas foram negociados em Portugal.

  22. fazendo a crítica da crise: a crise só é interessante como figura, e desafio intelectivo, para se sair dela por cima, corrigindo comportamentos e mentalidades para melhor, para recolocar o travejamento da sociedade num plano superior de conhecimento, que traduza maior harmonia e fluência entre as partes, tudo o resto é o sapiens sapiens chumbado por ignorância

    butterfly: third included

  23. hoje votava em branco, li ontem que o Bloco mantém aquela posição exdrúxula de que está indisponível para participar na governação em qualquer caso com o PS, ora manter essa posição fechada com 10% de votos não é defensável cá para mim.

  24. fartinho, não levar com o epíteto “larga o vinho” já é uma grande evolução para o Valupi. Esse é o argumento que frequentemente usa quando não tem mais nenhum! Deve aprender com o ASS :(
    Como diaria e “Novelado” Saramago, O Valupi, sacrifica a ética em favor da estética nos seus textitos!

    Como pode verificar, o Valupi refugia-se na da retórica primária e ataca de forma torpe todos aqueles que lhe apresentam argumentos que não pode ou não sabe contestar. Será que esta aprendeu com O JSPS?

    Muitos de nós contribuem com comentários porque fazem parte de um tratamento que lhe prescreveram no Júlio de Matos. Ou seja tem que libertar as suas frustrações e como somos boas almas vamos ajudando ao tratamento.

  25. fartinho, estás com um bizarro problema: entras em conversas com pessoas que não conheces de lado nenhum. Que se passa contigo? Solidão ou espírito aventureiro? Quanto ao tratamento, é para isso que cá estás, não te esqueças, para o tratamento. Vou dar-te um remédio para te veres livre dessa maleita da descortesia: Jesus falava com o Pai (Deus, informo-te) por tu. Vês? Se com Deus devemos falar por tu, porque raio haveríamos de fazer cerimónia contigo? (bom, isto sou eu a pensar que és menos importante do que Deus, mas admito que possa estar enganado)

    Quanto ao resto, nada disseste, como previsto. Não fazes ideia do que deva ser feito, mas consegues denunciar o mal que outros fazem. Assim, compadre, não vamos lá. A má-língua não puxa carroça.
    __

    Nostradamus, andas muito distraído.
    __

    Ibn, larga o vinho.
    __

    Z, dizes muito bem: o cavaquismo anda doido para voltar aos grandes negócios, e para proteger os que são perigosos caso se revelem na sua profundidade.

  26. Esta do “larga o vinho” vai fazer escola. Eu também já levei com essa várias vezes, estou à vontade…

    Com o Ibn, então, é à medida. É pá, ó Ibn, espero que não leves a mal.

    Imagina só, um dia destes, num debate de televisão, um mangas qualquer sair-se com essa. Era a apoteose do Aspirina.

    Ó Louçã, larga o vinho.

    Ó Alberto João, larga o vinho.

    Ó Manela, larga o vinho.

    Ó Santana, não bebas mais.

    Ó Carvalho da Silva, larga o briol.

    Ó Alegre, deixa a pinga.

    Ó camarada Jerónimo, estás cá com uma tosga…

    Num ambiente mais selecto, Maria José Nogueira Pinto para o Paulo Portas: – Ó Paulo, por amor de Deus, largue o vinho!

    O Sócrates só bebe Coca Cola. Além disso, eu e o Valupi somos pagos por ele através dum fundo azul secreto.

  27. Nik, para que saibas, essa para mim vindo de alguém como tu e como o Valupi é um elogio.

    Se o Sócrates só bebe coca cola e não é do vinho, será da coca ou da cola?

  28. O Sócrates dá mais é na cicuta, mas só em caso desesperado. Por exemplo, se tivesse que te aturar todos os dias.

  29. Pois não estou a ver, a não ser que o valupi se refira aquelas sondagens onde o único líder partidário que consegue um número de opiniões positivas superior às negativas é o camarada Xico! É disso que está a falar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.