Ex silentio

A ser verdade que estes blogues representam parte significativa da direita portuguesa:

31 da Armada

Abrupto

Blasfémias

Cachimbo de Magritte

Corta-Fitas

O Insurgente

Jamais

Mar Salgado

Então, o silêncio que os habita quanto às peripécias que a Presidência da República Portuguesa e o jornal Público protagonizaram, em conluio, não permite saber se aprovam ou reprovam a acção. E essa ausência de afirmação, este silêncio acabrunhado, cria a suspeita de não estar aqui a direita. Porque a direita não se agacha perante os que desprestigiam os símbolos mais altos da Nação.

Mas se a direita não está neste grupo de blogues, por onde anda?

3 thoughts on “Ex silentio”

  1. como não faltaram enjoos, náuseas e sintomas febris, houve fortes suspeitas de gripe e está tudo de volta dos planos de contingência. (atenção porque eu disse suspeitas. é escusado virem com pequenos caprichos pessoais e miminhos do tipo filho deste e daquele. a maior parte da classe política apreciou transformar a suspeição numa graçola.)

    mas eu estou mais virado para a prisão de ventre. o pessoal em férias ter que levar com leite desnatado e cavacas de boliqueime pela manhã, costeletas do lobo e azeitona preta ao almoço, coelho mal passado com relvas da moita e branco martelado ao jantar e vodkas da madeira e whiskies jamais para rematar.

    tudo coisas muito indigestas e nem um programazito para ler.

  2. Valupi, a direita não anda em lado nenhum, aliás como a esquerda. Acho a política aqui um absoluto nojo: diz que disse, suspeitas, mesquinhices para alcançar o poder. TUDO menos preocupação real com o país. Apetecia-me meter os políticos de direita e de esquerda num saco de lixo a atirá-los todos ao mar. Não merecem outra coisa.

  3. Vou já contradizer o que acabaste de postar.

    31 da Armada no facebook:

    O episódio das bandeiras monárquicas é um pouco mais digno que o episódio das escutas republicanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.