Eis o que o homem que Seguro queria à frente do laboratório das suas ideias tem a dizer de Sócrates

É um festival de ódio apaixonado tão patético que deve suscitar cuidados especiais nos seus familiares e amigos, tamanhas as potenciais consequências para a sua saúde mental e cardíaca:

A lata

14 thoughts on “Eis o que o homem que Seguro queria à frente do laboratório das suas ideias tem a dizer de Sócrates”

  1. O outro não perdoa que o tenham tirado dos “states” onde era acredita na Casa Branca, este não perdoa que o tenham tirado de Paris onde vivia como um nababo à custa do orçamento do estado. Interessante a similitude de situações e a azia com que ambos ficaram. Não sei qual deles será o pior, mas que tanto um, como outro, não prestam e devem ser exemplos para ajuventude daquilo que não deve ser um homem, não tenho dúvidas.

  2. bento ,o nosso socialismo, está a espera de melhores dias dentro de uma gaveta mas bem guardado.o teu já há anos que apodreceu depois de se ter transformado em merda.

  3. A miséria moral desta luminar criatura, excede tudo quanto imaginar se possa. Como pode alguém cuja formação intelectual preferenciou o “amor à sabedoria” dar provas duma tal vileza. Provávelmente foi o simples nome de SÓCRATES que lhe fez perder a cabeça a este ponto. Era então este desgraçado que o Seguro queria pôr a chefiar o Laboratário de Ideias do PS?! Que mais será preciso para qualificar um e outro?

  4. carrilho não perdoa,a socrates a guia de regresso imediato de paris por varias razões! a principal é que isto de ter que cumprir as suas obrigaçoes sexuais nem que seja tipo serviço minimo por semana não deve fazer o seu genero e como tal, o seu odio,indisfarçavel por socrates.quem casa quer casa.diz o ditado.este reles ainda é militante do ps? se não for espero que não haja nenhum palerma que o recupere,com medo das merdas que ele “vomita.”

  5. carrilho traíu todos os que confiaram nele, guterres, sócrates, nery, amigos, família e por fim ele próprio.

  6. Carrilho traiu socrates que por sua vez foi traído por seguro que tambem traiu socrates que por vez tambem foi traído por Costa que tambem traiu seguro .

    E o povo camaradas? e o socialismo ?

  7. bento,o teu socialismo está na merda.quanto a traiçoes “telefona” a staline,lenine e cunhal,que eles nessas coisa eram peritos. cunhal até mandou assasinar lina ventura destacada militante do pcp, (o que não conseguiu)por discordar da invasão da checoslovaquia.oh bento e o socialismo?

  8. Isabel

    A estratégia inicial do memorando e do Governo em não avançar para um processo global de renegociação da dívida foi, até certo momento do tempo, correcta e defensável. O facto de termos níveis de dívida muito inferiores aos da Grécia permitia optar por uma estratégia “à irlandesa”, i.e., evitar os danos de reputação e os sobrecustos de uma renegociação alargada, ao mesmo tempo que se ganhava espaço para aproveitar e construir junto dos nossos parceiros todas as oportunidades de “renegociações discretas”. Era seguramente difícil e exigente em termos económicos e políticos, mas como todos os dias vemos com clareza, a rápida recuperação da autonomia política do Estado português face aos credores institucionais é um activo de valor incalculável.

    Mas até esta possibilidade foi posta em causa pela profunda deterioração da envolvente externa

    Isabel, o rapazinho está-se a referir a que Governo?

  9. Havia um programa na televisão chamado Peso Pesado, onde a segunda série foi apresentada pela Bárbara Guimarães. Num dos episódios mais exemplares houve uma edição extra, de última hora e em directo. Aparentemente, um dos candidatos violou as regras do concurso. A apresentadora decidiu que aquilo era audiência em bruto, e lá conseguiu levar o projecto avante: a humilhação mediática, em pleno horário nobre, de um participante do concurso.

    Para moralizador sobre a ideia e conceito de mediatização, o Carrilho não está nada mal lançado. Mais: para filósofo que goza com o percurso académico dos outros, está mesmo em grande forma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.