2 thoughts on “Da equipa que produziu e levou até si o primeiro”

  1. Quanto ao facto inteiramente verdadeiro e confirmável de ter sido Passos Coelho, um simples mentiroso transformado em primeiro ministro de Portugal ao serviço de um grupo de cangrenosos que nos quer equiparar à Letónia, estamos de acordo; quanto ao facto verdadeiro e comprovável de esse velhaco estar disposto executar, pois nem para isso ele tem categoria, quantos “resgates” forem necessários para nos transformar num país de indigêntes, também estamos de acordo; já quanto à conceção do primeiro resgate, mesmo que fosse meu propósito fazer um grande esforço de compreensão – branquamento – da história recente, faltar-me-iam os argumentos comprováveis para aceitar que fosse Passos Coelho o seu mentor. Um capataz não elabora projetos, algumas vezes executa-os, em nome dos projetistas, outras vezes nem disso é capaz, por muita vontade que tenha, e este mentiroso relapso tem imensa. Há conceções de projetos que não podem, em nome da verdade, ser atribuidos aos seus executores, em nome do sentido critico, para bem dele e da nossa integridade intelectual.
    José Luís Moreira dos Santos

  2. oh zé luis! não vais lá tão depressa como o carlos carvalhas, mas já estás mais perto, especialmente se ninguém te lembrar daquilo que escreveste no passado sobre o pec4, uma vez mais remeto para o teu blogue que te aconselho a limpar por via de assombramentos futuros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.