Compravas um carrinho a este gajo? Refiro-me a um carrinho de linhas

– O que é que o diferencia do PS?
– Desde logo, duas matérias evidentes. A primeira é que o PSD nunca exercerá o poder em Portugal para com incompetência fazer as famílias, os funcionários públicos e as empresas pagarem por uma crise que é originada pelo excesso de peso do Estado e em que os governos não atacam a gordura do Estado. Este é o primeiro aspecto crítico: os Estados e os políticos só têm moral para impor sacrifícios aos cidadãos quando atacam a gordura do Estado. O segundo aspecto é que precisamos de voltar a crescer do ponto vista económico. Sem uma estratégia económica, não é possível voltamos a crescer – e isso nós temos e o PS não tem.

– Se fosse primeiro-ministro, não estávamos hoje com as calças na mão, a impor mais um plano de austeridade porque o Estado não cortou onde era necessário.
– Estamos com as calças na mão?
– Com certeza. Há outra explicação para o governo e para o primeiro-ministro, que andou repetidamente a dizer que não era preciso mais nenhuma austeridade, que todo o desempenho orçamental estava a ser histórico e excelente, de repente aparecer a dizer que precisa de cortar nas pensões para garantir os objectivos? Mas então os objectivos não estavam todos garantidos?
– Se for governo, também vai ter de adoptar medidas de austeridade…
– Claro que vou. Mas o que posso garantir solenemente é que não será com certeza à custa das pensões nem dos reformados que têm pensões mais degradadas.

Passos, mostrando de que é feita a direita portuguesa, Março de 2011

5 thoughts on “Compravas um carrinho a este gajo? Refiro-me a um carrinho de linhas”

  1. É feita de uma grande sem vergonhice na puta daquela cara, é o do que a direita neste pais é feita.
    Continua igual a si própria : mentirosa, trapaceira, canalha, salazarenta e gananciosa.

  2. Muito boa esta “remarque”.
    Aprecio sobretudo o final, e em particular o “grantir solenemente”.
    “- Se for governo, também vai ter de adoptar medidas de austeridade…
    – Claro que vou. Mas o que posso garantir solenemente é que não será com certeza à custa das pensões nem dos reformados que têm pensões mais degradadas.”

    Excelente.
    CN

  3. Isto só lá vai com uma revolução. Pendurar este canalha num candeeiro. Mas somos um povo de mansos….temos o que merecemos. Por mim, vou-me pisgar. Definitivamente.

  4. sertório, não faço passe dessa corja de assaltantes e mentirosos. Vou emigrar. só isso. Não aguento mais o nojo destes gangsters disfarçados de políticos que nos estão a colocar no charco, e por muitas gerações. E nada se vai fazer, como é habitual…. vou mudar de filme. O último a sair que apague a luz, a água e o gás…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.