19 thoughts on “Cinefilia”

  1. Foi o Sócrates que mandou passar uma rasteira áquela tipa que se espalhou. Como se já não chegasse a influência que teve na não-atribuição do Oscar especial de melhor filme de todos os tempos a «Joselito, o Pequeno Rouxinol»!

  2. Claro que é um bom filme, mas não um muito bom filme. O que é ridículo é ter sido escolhido para candidato a melhor filme e o realizador ter sido esquecido. Melhor era certamente o Django.

  3. “… um preto andar a cavalo,ainda faz confusaõ a muita gente.”

    nem por isso, quintas da fonte e do mocho, bela vista, cova da moura, picapau amarelo, jamaica e para não ficar aqui a manhã inteira, aí vai link para passeios étnicos a cavalo.

  4. finalmente vi o Argo. Não é um filme de óscar de melhor filme, mas não é um filme de argh!

    Um dos pontos de fundo do filme: a mentira e a ilusão de Hollywood, (da América) com todo o seu cinismo, vence em toda a linha os senhores fundamentalistas da verdade absoluta, a do ódio. Lindo. Os heróis são anti-heróis e o filme é talvez demasiado americano para o estômago de um europeu alinhadinho, sem imaginação e sem guts. Poderíamos dizer que é um argumento completamente descabido, maluco, só de filmes série Z, mas não se trata de um argumento, ou melhor trata-se do argumento fortíssimo da realidade. Da realidade deles, o povo que não larga os seus iguais, nem que seja através de um laço amarelo. Pode-se criticar, mas era bom experimentar de vez em quando para se saber do que se está a falar. O Canadá pôs-se em maus lençois para defender 6 pessoas que nem eram cidadão canadianos. Aqui na Europa, é mais autofagia. É por isso que na Europa coisas como o “Argo fuck youselves” só merecem comentários como “não é para óscar” ou ainda mais profundos ,”argh”.

    Este ano foi da americana, lincoln, django e argo são diferentes ângulos da mesma identidade.
    http://www.youtube.com/watch?v=UiF3Ri1FysI

  5. com a coisa da política nacional, os meus comentos daqui, foram…e eu também me vou, com a esperança de sonhar que amanhã não acordo aqui, mas do outro lado( devo ter estado lá outra encarnação), a tomar um belo pequeno almoço, antes de m fazer á estrada. Goodbye Mary, goodbye Jane.
    http://www.youtube.com/watch?v=Zb4GcReyBs4

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.