Fala José Sócrates, o PM, pode passar-me ao PGR?

Há quem culpe Sócrates por ser inocente. Afirmam que é culpado de não ter interferido nos procedimentos do Ministério Público. Chegam ao ponto de dizer, numa sonsice alarve, que lhe competia ser ouvido mesmo que não existisse razão policial ou judicial para tal. Um pândego sugeriu que o Primeiro-Ministro devia ter solicitado ser constituído arguido de modo a poder limpar o seu nome. Presume-se, pela lógica do argumento, que devia ser Sócrates a dirigir a investigação, caso contrário estaria a deixar dúvidas no ar. Já só falta ser acusado por não existirem provas contra ele. Estamos em pleno delírio laranja.

Mas a Isabel Moreira trata do assunto brilhantemente.

One thought on “Fala José Sócrates, o PM, pode passar-me ao PGR?”

  1. brilhante, sim!

    Parabéns PS, uma medida socialista, essa gente só pode ser necessária e já terão tal provado.

    Quanto ao resto: infelizmente o caso Casa Pia funciona como índice global do sistema nas suas perversões agravadas. Queria deixar a minha solidariedade ao Carlos Cruz, o crucificado maior do processo por ter sido o senhor Euro2004 e associado ao PS; durante muito tempo estive calado, hoje não me admiro nada que as acusações possam ter sido fabricadas. Aguenta-te homem, eu também faço por isso, que a tua cruz seja luz, ouve o marulhar das folhas das árvores e a linguagem dos pássaros, sente a brisa no pêlo, é o espirito santo.

    Quanto ao sistema: irmãos do Olimpo, daqui de baixo e em cima, passo-vos a bola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.