A voz apavorada de quem diz não ter medo

Quem hoje ameaça o Estado Social é quem anda a fazer TGV’s a todo o custo, é quem anda a endividar o país, é quem anda com o dinheiro que não lhe pertende a diminuir as possibilidades de apoiarmos os que mais precisam.

Escuta a gritaria deste valentão

__

Quem anda a fazer “TGV’s” é que ameaça o Estado Social? Os “TGV’s” que serão pagos em grande parte com dinheiros europeus, que são uma peça central da estratégia económica como país periférico e atlântico, onde só a ligação a Madrid pode ter um custo/benefício estimado em cerca de 10 mil milhões de euros, que continuam sem ter qualquer impacto nas contas presentes e não terão até 2013, pelo menos? Esta é a demagogia primária de quem entrou em desespero.

6 thoughts on “A voz apavorada de quem diz não ter medo”

  1. Qualquer dia está no “agarrem-me senão mato-o”.
    Mas creio que lá para 6 de Junho parece-me que vamos ouvir qualquer coisa sobre a dignidade da campanha e que a derrota do PSD se deve a que os portugueses não perceberam a mensagem, tendo optado pelo engano e não pela verdade que o PSD mais ano menos ano divulgava as medidas que ia tomar para renascer o país a 3 por cento ao ano.

  2. Uma vez mais os socialistas acusam o PSD de querer acabar com o Estado social. Ora, isso é impossível porque José Sócrates já deu cabo dele, levando-o à falência.

    Sejamos claros num ponto: o primeiro-ministro em vez de se centrar nos pobres, apostou no investimento público. Falhou e com esse falhanço, perdeu quem precisa.

    O que é necessário no dia 5 de Junho é que Sócrates perca também. Pode ser um objectivo difícil de conseguir, mas não é muito complicado de entender.

  3. quem ameaça o estado social é de facto quem duplicou a dívida pública ( o socrates , não foi?) , onde gasta/ou a massa ? mal gasta foi de certeza , posto que não foi “investimento reprodutivo “.
    uma anedota , as contas no cu do tgv , de qualquer das maneiras. eu tenho uma porca e um porco , ela vai engravidar 5 vezes e ter 10 leitões em cada nionhada , vai ser um fartote de dinheiro. oh , diabo , a porca é estéril.

  4. A ameaça do estado social é feita por quem critica o investimento público nas escolas, quem quer diminuir a TSU mas apenas aos empregadores, quem defende o plafonamento dos descontos para a dita segurança social, quem quer tornar o subsídio de desemprego, RMI, apoios à terceira idade e a deficientes em prestação de critério único e desconhecido, é quem quer privatizar a saúde, o ensino e até talvez uma parte da justiça, é quem não quer cortar nas pensões milionárias nem na sua acumulação escandalosa preferindo aumentar a taxa de Iva, é quem aprova o PEC III defendendo então a não entrada do triunvirato FMI/FEEF/BCE e agora reclama que ele já devia ter entrado há mais tempo, é quem no tempo das vacas gordas em que eramos beneficiários líquidos da Europa e o dinheiro entrava às pazadas, o distribui alarvemente por obras majestáticas (Expo, CCB, Ponte Vasco da Gama), nas verbas gastas no pára-arranca do Alqueva, na destruição do sector das pescas, na distribuição dos fundos para formação sem controlo, na invenção do automatismo na progressão das carreiras nos serviços públicos, na inoperância em captar investidores e investimenento de qualidade, na destruição do tecido agrícola e entrega de verbas a projectos sem tino, na criação dos famosos recibos verdes para funcionários do estado, na manutenção de centenas de contratos a prazo nos serviços públicos que depois o Guterres teve de engolir, na aposta das exportações sustentadas por baixos salários.
    Esses foram os que tentaram e continuam a tentar destruir o estado social, mas um é PR, outros são arguidos em diversos processos por fraude, outros são catedráticos a 0%, outros ainda abriram falência privada, e muitos querem agora ir ao pote para ver se fazem o mesmo.
    Ora bolas.

  5. Boa Teófilo. E já agora para eles que sãoe squecidos: e o buraco do BPN? quem paga? quem gamou o dinheiro?

  6. Acho que todos os dias se devia perguntar a esta gente pelo seu programa eleitoral.
    Isto de se andar por aí a mandar bocas e a lamber os programas do PS já devia ter terminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.