A testemunha desabonatória

O primeiro-ministro mantém confiança no seu ministro adjunto, Miguel Relvas, sendo a terceira vez que Passos Coelho tem de o fazer.

Antes, fizera-o no caso das secretas e, mais recentemente, no caso que envolveu uma jornalista do jornal ‘Público’. E agora no caso da licenciatura do ministro.

Passos Coelho renova total confiança em Miguel Relvas

“O primeiro-ministro deu-me a garantia absoluta que sobre a Dra. Maria Luís Albuquerque não pesa qualquer coisa menos correcta. Esta foi uma garantia absoluta que recebi do senhor primeiro-ministro.”

Cavaco diz que recebeu “garantia absoluta” sobre ministra

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje manter “totalmente” a confiança no ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, que admitiu ter cometido uma “incorreção factual” numa informação que prestou ao deputado do BE Luís Fazenda.

Questionado se mantém a confiança em Rui Machete, o primeiro-ministro respondeu: “Totalmente.”

Primeiro-ministro afirma manter “totalmente” a confiança em Rui Machete

2 thoughts on “A testemunha desabonatória”

  1. Aquilo Que O Nosso Amigo Val, Aqui Nos Expõe,Como Se De Alimento Para A Memória Se Tratasse,São Factos.Factos Que,Lidos Na Sua Lógica Temporal Revelaram Ao Longo Do Tempo Um Comportamento E Um Traço De Personalidade Que Moldam Um Carácter E Esculpe Uma Personalidade Por Demais Já Devidamente Caracterizada Por Qualquer Pessoa Minimamente Dotada De Educação Cívica E Princípios Éticos.

    Entretanto,O Sujeito Aqui Retratado,A Toque De Caixa Dos Seus Mentores Comunicacionais,(No Contexto Do Retrato Certeiro De Val) Vem-nos Falar De Um Segundo Resgate E Lembrar Ao Seu Vice Que, Se Tal Ocorrer, A responsabilidade Será Dele.

    E Assim,Ao Som Deste (Des)Concerto,Essa Espécie De Presidente Da República,Evapora-se,Não Vê,Não Ouve Nem Lê!

    E Assim Vai Portugal…

  2. Com cenas deste tipo, como hão-de, os mercados, acreditar na credibilidade do governo?
    Tudo muito agravado, por o “garante” pelo regular funcionamento institucional estar muito
    ocupado na criação de orquídeas nos jardins do Palácio de Belém, deixando que o País seja
    arrastado para o lixo por um grupo de aldrabões alaparados no Pote!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.