I got the power

Um privilégio de se comentar em blog próprio é poder editar os nossos comentários. Ando tão contente com a sensação de omnipotência que até comento menos em blog alheio, onde não posso fazê-lo. Não sendo prática de vida possível, nas caixas de comentários do Aspirina saboreio o poder de alterar o passado.

8 thoughts on “I got the power”

  1. Talvez não venha a propósito mas depois de 17-1 (disseste OK) ainda não contactaste por causa do envio do livro «Os guarda-redes morrem ao domingo». Se tens acesso à lista telefónica de Lisboa podes dar o recado directamente.

  2. Parece que há, por cá, políticos famosos que fazem o mesmo com os seus proprios “posts” sempre que mudam de ideias… ou mudam de funções.

  3. fmv, grande malandro que tu me saíste. não me digas que andas para aí a modificar o passado a teu bel-prazer.

    agent, eu deles não sei, mas só mudo o passado para melhor. se assim for vale sempre a pena.

    valupi, posts também, mas não radicalmente, só na forma. porque podes, claro. e ainda há quem pense que em tudo o que faz não o faz justamente porque é livre.

    luís eme, blogger, é? ah pois… dantes dava para editar, ensinou-me o luís oliveira. agora creio que já não.

    daniel, não tenho pena alguma. eu também ouço e calo. só mudo aquilo que digo.
    ah, e, daniel, aqui estou eu, a acrescentar este comentário, para te dizer que foi pela edição do meu comentário à tua ginette que tal me ocorreu… :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.